Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
PONTA PORÃ

Ex-marido é condenado a 24 anos de prisão por matar médica

27 outubro 2017 - 06h24Por Da Redação

O corretor imobiliário Rafael dos Santos, 35 anos, foi condenado a 24 anos e seis meses de prisão por matar a médica Nislaine Colman Benites, 31 anos. O julgamento foi realizado na última quarta-feira, dia 25 de outubro, no Tribunal do Júri de Ponta Porã.

A médica foi assassinada com três tiros desferidos pelo ex-marido na manhã do dia  14 de dezembro do ano passado, no posto de saúde Dr. Nery de Azambuja, que fica no Bairro Jardim Marambaia, em Ponta Porã. 

O caso correu em segredo de Justiça, por isso ninguém, além de familiares e testemunhas, puderam acompanhar o júri. A informação sobre a pena foi confirmada pela assessoria da promotora Gislaine Dal Bó, qua acompanhou o caso.

Quarta-feira, familiares da médica oraram em frente ao Fórum de Ponta Porã, onde ocorria o julgamento. De mãos dadas, eles pediam a condenação do acusado.

CRIME 

De acordo com o site Ponta Porã Informa, Nislaine chegou no local de trabalho e foi até a cozinha tomar café, ocasião em que viu o ex-marido se aproximando, armado. A médica correu e trancou a porta, mas Rafael desferiu um tiro contra a porta e, em seguida, assassinou a mulher com disparos de arma calibre .380.

Conforme informações de testemunhas, o corretor de imóveis chegou no posto de saúde em uma motocicleta e, antes de fugir, deixou cair o capacete.

A vítima trabalhava no Programa Mais Médicos e é filha do vereador reeleito em Ponta Porã pelo PSDB, Marcos Benites, o Marquinhos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem é assassinado a golpes de faca no abdômen e na cabeça
POLÍTICA
Nelsinho Trad recebe do Dnit garantia de R$ 41,2 milhões para obras em MS
POLÍCIA
Homem é preso após subornar policiais militares com "corrente de ouro"
SAÚDE
Profissionais da maternidade do HU recebem curso sobre imunização
CAPITAL
Motorista de carro que bateu em carreta morre após parada cardiorrespiratória
TECNOLOGIA
WhatsApp agora permite silenciar conversas e grupos; veja como fazer
TRIBUNAL DO JURI
Sobrinho que matou tio a tiros em conveniência sai livre de julgamento
JUSTIÇA
Lote de habitação popular deve ser quitado com falecimento de beneficiário
REGIÃO
PF prende golpista que enviou molho de tomate a cliente que pagou por celular
BRASIL
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS