Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ROTA BIOCEÂNICA

Escolhida empresa que fará projeto do acesso à ponte do rio Paraguai

29 setembro 2020 - 14h39Por Da Redação

Exatos 60 dias após o lançamento de licitação, foi homologada nesta terça-feira (29) a contratação de empresa que vai elaborar do estudo e projeto para o contorno rodoviário em Porto Murtinho, com acesso à Ponte Internacional Brasil/Paraguai e o Centro Integrado de Controle de Fronteira.

Este ato representa mais um importante passo para a consolidação e implantação da Rota Bioceânica, que segue o cronograma estabelecido pelos governos brasileiro e paraguaio. “O andamento do projeto mostra o compromisso do Brasil com o governo paraguaio, que está executando o projeto da ponte e com a Rota Bioceânica. A Rota Bioceânica é uma realidade e todas as ações necessárias estão ocorrendo”, destaca o secretário Jaime Verruck.

A empresa vencedora da licitação é a Etelestudos Técnicos Ltda, pelo valor de R$ 1,544 milhão. A homologação da escolha foi publicada no Diário Oficial da União com RDC Nº 209/2020-19. O processo licitatório será conduzido pela Superintendência Regional do Dnit em Mato Grosso do Sul. O superintendente Euro Nunes Varanis Junior explica que a contratação sai em 10 dias e o cronograma de execução é de 521 dias.

“O empenho é solicitado por Mato Grosso do Sul e corre em Brasília. Já a execução do projeto, a fiscalização e aprovação também realizadas por aqui”, explica Euro. A contratação inclui a Elaboração de Estudos e Projetos Básico e Executivo de Engenharia do Contorno Rodoviário Norte em Porto Murtinho/MS, com acesso à Ponte Internacional Brasil/Paraguai e instalações aduaneiras para o Centro Integrado de Controle de Fronteira na BR-267.

Ponte sobre o rio Paraguai e a Rota Bioceânica

Por meio de acordo Binacional entre Brasil e Paraguai, será promovida a Rota Bioceânica, que ligará através de corredor de tráfego o Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, e consolidar uma rede rodoviária de corredores de transporte estruturados que vão dar mais competitividade dos países frente ao mercado internacional.

Em junho de 2016, o Decreto Legislativo Nº 110, de 2018, aprovou o texto do Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República do Paraguai para a Construção de uma Ponte Rodoviária Internacional sobre o Rio Paraguai entre as Cidades de Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

No dia 21 de dezembro de 2018, o então presidente do Brasil, Michel Temer, e o do Paraguai, Mario Abdo Benítez, assinaram a autorização para a construção de duas pontes com recursos de Itaipu Binacional, sendo uma das pontes a referida Ponte Internacional sobre o Rio Paraguai em Porto Murtinho/MS.

Em abril de 2020, a Comissão Mista Brasil-Paraguai aprovou a contratação do Consórcio Prointec para realizar estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, projeto final de engenharia, cadastramento e fiscalização no contexto da construção da ponte sobre o Rio Paraguai, entre os municípios de Carmelo Peralta e Porto Murtinho e trabalhos complementares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FINADOS
SES divulga recomendações de prevenção à Covid-19 durante feriado
PROCESSO SELETIVO
MPT/MS encerra seleção a estagiários em Administração, Direito, Jornalismo e TI
TV DOURADOS NEWS
Sem licitação, Semsur realiza trabalho de limpeza com mão de obra própria
CAPITAL
Ladrões furtam pistola e fuzil que procurador esqueceu dentro de carro
PGE
Acordos diretos em precatórios resultam em 28% de economia para MS
IMUNIZAÇÂO
Mais de 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio
ANEMIA
Doença falciforme é tema de evento online desta terça-feira
CAMPO GRANDE
Polícia prende 3º envolvido em execução de jovem no tribunal do crime
TEMPO
Terça-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
BATAGUASSU
Homem esfaqueia marido da ex por não aceitar fim de relacionamento

Mais Lidas

GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
TEMPESTADE
Chuva e ventos de 46km/h derrubam árvores e levam sujeira às ruas de Dourados