Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
EXEMPLO

Escola lançada em MS será modelo em outros Estados

02 junho 2015 - 15h00

A secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro, participou na manhã desta terça-feira (02) da inauguração da primeira Escola de Assistência Social do Brasil, sediada em Campo Grande. Representando a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a autoridade federal declarou que em razão da experiência na capital sul-mato-grossense ser protagonista no país, o Governo Federal deverá, a partir de agora, replicar o modelo em outros Estados.

“Vamos compartilhar informações sobre a escola implantada aqui na cidade para socializar a experiência com o Brasil. A assistência social passa a ter um espaço de referência em Campo Grande e seria interessante que outros estados tivessem a mesma iniciativa”, descreveu a secretária nacional que ainda cumpre agenda com autoridades locais nesta terça-feira na Capital.

O governador Reinaldo Azambuja, ao lado da vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Rose Modesto, lembrou que a construção da escola é uma realização da equipe do governo do Estado que vem se esforçando para ser referencial de políticas públicas. “Vamos sempre, neste governo, trabalhar a transversalidade da assistência social e ampliar desta forma o alcance dessa política para a população”, descreveu o governador, durante a abertura do evento.

Com meta de atender 1.611 mil pessoas neste ano, a escola é modelo inédito para o Brasil “pois será um espaço para capacitações efetivas e permanentes para os trabalhadores da área e troca de experiências e informações em eventos que serão sediados no local como a Reunião Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social – Etapa Centro Oeste, que já começa hoje aqui na escola”, descreveu a vice-governadora e secretária da Sedhast. “É um grande estímulo estar à frente da Assistência Social no estado pois sabemos da grandiosidade da pasta e os desafios que vamos um a um vencendo. Hoje é prova disso”, declarou Rose Modesto.

Além da secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro; o secretário Nacional de Renda e Cidadania, Helmut Schawarzer, também representou o Governo Federal no evento de inauguração de hoje.

A primeira Escola de Assistência Social do Brasil; Escola do Sistema Único de Assistência Social – SUAS/MS Mariluce Bittar teve projeto executado com recursos do governo do Estado na ordem de R$ 3 milhões e está localizada na Rua André Pace, 630, Bairro Guanandi.

A escola comporta dois auditórios: o maior com capacidade para 300 pessoas e outro para 100 pessoas, 5 salas de aula, biblioteca e laboratório de informática.

As capacitações começarão no segundo semestre. Licitações devem ser abertas neste mês para selecionar as universidades que vão oferecer os cursos para assistentes sociais, educadores, psicólogos, sociólogos entre outros, mais profissionais de nível médio como os cuidadores e orientadores sociais – todos ligados à entidades da área.

Além de centro de capacitação, a Escola de Assistência Social ainda será centro de referência para receber eventos como a Reunião Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social – Etapa Centro Oeste, que começa hoje e outros eventos passarão a acontecer no local como as reuniões mensais da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) – espaço de articulação de gestores ligados à assistência social do governo do Estado e municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DECIBÉIS
Defesa de alvos de operação alega falta de “elementos concretos” para mandados
BRASIL
Bolsonaro lamenta declarações de Biden sobre Amazônia
LEGISLATIVO
Celulares apreendidos em presídios poderão ser destinados à Rede Estadual de Ensino
DOURADOS
Câmara participa de prestação de contas da Gestão Fiscal do 2º quadrimestre
POLÍCIA MILITAR
Dois homens são presos por descumprir regras para o uso de tornozeleira eletrônica
ECONOMIA
Número de empregados com carteira chega a menor nível desde 2012
R$ 3 MIL
Empresa é multada por transporte ilegal de sucatas de baterias
PANDEMIA
Dourados registra morte por coronavírus pelo terceiro dia seguido e chega a 96 óbitos
INTERNACIONAL
Cartunista argentino e criador da Mafalda, Quino morre aos 88 anos
SISTEMA DE SAÚDE
Macroregião de Campo Grande tem 77% dos leitos ocupados

Mais Lidas

REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Disputa pela prefeitura tem dois milionários e total de bens chega a R$ 13 milhões
CAPITAN BADO
Ataque de pistoleiros a veículo deixa dois mortos na fronteira