Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(67) 9860-3221
ASSEMBLEIA

Escola Bilíngue para Surdos passa pela CCJR e segue a plenário

15 junho 2019 - 13h09Por Da Redação

Em reunião na quarta-feira (12), os deputados membros da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) receberam seis projetos para relatoria e devolveram a análise de outros 12 projetos, sendo o destaque para o Projeto 125/2019, de autoria do deputado Capitão Contar (PSL), que dispõe sobre a criação de Escolas Bilíngues para Surdos em Mato Grosso do Sul.

A proposta recebeu parecer favorável do relator deputado Marçal Filho, que teve voto acompanhado pelo deputado João Henrique (PL).  Por outro lado, o deputado Barbosinha (DEM) apresentou voto em separado contrário ao projeto, alegando vício formal e falta de previsão quanto ao impacto econômico, além de gerar ônus ao Executivo. Seu voto foi acompanhado por Gerson Claro (PP) e pelo presidente da CCJR, Lidio Lopes (PATRI). A matéria segue para apreciação dos demais deputados em plenário.

Também de autoria do deputado Capitão Contar, quem também estava acompanhando a reunião, segue a plenário por ter recebido parecer favorável o Projeto de Lei 100/2019, que dispõe sobre licitações e contratos da administração direta, autarquias e fundações do Estado. Apesar do parecer, a maioria dos votos foi pela não tramitação do projeto, com argumentação do voto revisado pelo Barbosinha em que alega que a competência de legislar por tal matéria é da União. Para ser arquivado, um projeto precisa receber votos contrários unanimemente.

Outro projeto de lei devolvido por Barbosinha, foi o 48/2019, de Antônio Vaz (PRB), que autoriza o Poder Executivo a criar um acesso no portal eletrônico da Secretaria de Segurança Pública para atendimento de ocorrências envolvendo animais e dá outras providências, que havia recebido parecer favorável emitido pelo deputado João Henrique e agora segue para plenário sem incorporação das emendas após votação dos pares. Último devolvido por ele foi o Projeto de Lei 126/2019, do Poder Executivo, que revoga lei que denomina Lúcia Gonçalves do Carmo a Escola Estadual em construção em Chapadão do Sul e segue para o plenário por unanimidade de votos ao parecer favorável.

De relatoria do deputado Lidio Lopes quatro projetos receberam pareceres favoráveis e seguem livre tramitação. O 130/2018, de Pedro Kemp (PT), que dispõe sobre a proibição de fornecimento no Estado de canudos confeccionados de material plástico, com incorporação de emenda 001 – veja aqui. Outro o 130/2019, de Evander Vendramini (PP), que revoga Leis Estaduais 1999/1999, 2000/1999 e 2.045/1999, como parte do trabalho da Comissão de Eficácia Legislativa.

E ainda o Projeto de Resolução 10/2019, da Mesa Diretora, que aprova apresentação à Câmera dos Deputados de Proposta de Emenda à Constituição Federal, visando acrescentar o inciso IV ao art. 60 da Constituição Federal, para estabelecer a iniciativa popular para apresentação de PEC e o Projeto de Lei 119/2019, do Ministério Público Estadual, que altera o Anexo VI da Lei 4.134/2011, para criar cargos em comissão.

O deputado Gerson Claro também devolveu outros quatro projetos. Com parecer favorável do deputado Marçal Filho, o Projeto de Lei 91/2019, da Mesa Diretora, foi devolvido por Gerson acompanhando os demais votos pela regular tramitação para a proposta que dispõe sobre a continuidade do Programa de Aposentadoria Incentivada no Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul. Também segue a plenário por unanimidade o Projeto de Lei 106/2019, de autoria de Lidio Lopes, que declara de Utilidade Pública Estadual a Associação de Assistência Sociocultural da Igreja Assembleia de Deus das Missões de Nova Alvorada do Sul.

Ainda receberam pareceres favoráveis, com votos unânimes pela tramitação os Projetos de Resolução 4/2019, de Coronel David (PSL), que altera o Regimento Interno da Assembleia Legislativa, quanto às competências da Comissão de Segurança Pública e Defesa Social e o 7/2019, da Mesa Diretora que aprova apresentação à Câmara Federal de PEC com o objetivo de modificar a composição do Fundo de Participação dos Municípios.

O presidente Lidio Lopes convocou reunião extraordinária da CCJR para a próxima terça-feira, às 14h, no Plenarinho Nelito Câmara. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Combate à pandemia mobiliza voluntários em diversas frentes
COVID-19
Barreiras sanitárias abordaram 13,6 mil pessoas em MS
MUNDO
Papa inicia Semana Santa com celebração sem presença de fiéis
COVID-19
Gerente técnico de medicamentos da Vigilância Sanitária alerta sobre riscos da automedicação
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Mais de mil servidores com salários acima de R$ 4,5 mil receberão na segunda
MS
Procuradoria-Geral do Estado mantém seção especial sobre o Covid-19 no site
STJ
Negado pedido de habeas corpus coletivo para todos os presos em grupos de risco do coronavírus
BRASIL
Ministério da Saúde alerta que não pede doação de dinheiro
ESTADO
Detran-MS explica sobre emplacamento em tempo de Coronavírus

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações
ISOLAMENTO
Em 24 horas, apenas uma cidade de MS aparece vermelha no monitoramento do Governo
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira