Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ARTIGO

Então é Natal...

18 dezembro 2019 - 10h05Por Denise Caramori

Muitas pessoas dizem que a época do natal é triste, mas não tem que ser, nem deveria. Natal é renascimento, é exatamente o momento em que o menino Jesus, como menino ainda, e como todas as crianças, alegre e esperançoso, nos dá de presente, no aniversário dele mesmo, uma nova chance.

Esta chance vem embrulhada numa caixinha invisível, cheia de carinho para cada um de nós.  Podemos e temos a oportunidade de ficar em paz com nossa família, nossos amores e nossos amigos, e até mesmo relevar desentendimentos ocorridos durante o ano. Entendo bem aqueles que sentem falta dos entes queridos nesta época, falta do cuidado e da presença física, eu sinto também, porém tenho certeza que os deixarei bem, onde estiverem, se com o meu sorriso e os meus dotes culinários atrapalhados, eu fizer da ceia de natal um momento especial. 

Sobreviver com tamanha força, sem que nossa risada ou nossos passos hesitem, não deixando que a herança de alegria morra, como no poema de Pablo Neruda em Cem sonetos de amor. Sim, é preciso viver por aquilo que acreditamos, transformando a realidade com a nossa presença, com a nossa vida, com o nosso pensamento, com as nossas palavras e a nossa atuação no mundo. Se não está bom, o que você tem feito para que fique melhor? 

O que nos impede de celebrar a vida? Sem rancor, mágoa ou frustração. Com o tempo e a experiência, é possível descobrirmos o prazer da reciprocidade. Demora uma eternidade para que coisas óbvias se apresentem diante de nós. Nossa inteligência emocional nem sempre é tão inteligente assim. Descobrimos que é impossível ter tudo ao mesmo tempo, e precisamos compreender que comprometer-se é parte da experiência de ser feliz. Podemos nos comprometer em sermos felizes. Podemos nos esforçar e fazer acontecer. Jean Paul Sartre escreveu certa vez, que não adianta cogitar isso, ou aquilo e não se mexer, e não fazer nada. O que conta é o que se faz, são as atitudes que se toma, os gestos e ações com que cada um de nós interfere sobre a vida de todos.   

Ainda bem que o tempo existe, com ele aprendemos sobre a importância das pessoas, e que temos uma parte essencial da nossa vida que pode ser preservada e aprimorada, nossa própria vida, e o que fazemos dela cotidianamente. O que eu desejo à vocês então neste natal? Só o melhor! Desejo que seus dias antes, durante e depois da ceia, sejam dias cheios de vida, saúde e amor. Que vocês consigam seguir levando alegria e leveza por onde passarem, que seus sorrisos conquistem o mundo e que suas tristezas sejam breves e passageiras. Um feliz e abençoado natal.

*Psicopedagoga/Terapeuta - Equoterapeuta/Equitadora - denicaramori@hotmail.com  

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Economistas defendem investimentos públicos e taxação de ricos
INCENTIVO
Em segunda edição do programa, UEMS concede 711 auxílios para acesso à internet
POLÍCIA
Idoso é encontrado morto em valeta na região central de Itaporã
DOURADOS
Em MS, interessados em adquirir imóvel podem ter desconto no valor da entrada
ESPORTE
Vasco empata com Bragantino e entra, provisoriamente, no G4
PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária
CORUMBÁ
Trecho da BR-262 foi interditado por causa de fumaça dos incêndios

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete