Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Encontro debate vantagens do corredor bioceânico para MS

20 setembro 2017 - 19h50

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, o diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, o vice-presidente do Grupo CCR, José Braz, o superintendente-administrativo de contratos do Grupo CCR, Guilherme Motta, e o responsável pelas relações institucionais do Grupo CCR, Claudeir Mata, reuniram-se, nesta quarta-feira (20/09), no Edifício Casa da Indústria, para tratar sobre as vantagens competitivas que Mato Grosso do Sul terá com a viabilização do corredor bioceânico rodoviário, que ligará o Estado até os portos do norte do Chile.

Segundo Sérgio Longen, interessa em muito para a Fiems e para o Governo do Estado a participação da CCR no projeto de viabilização do corredor bioceânico rodoviário. "O Grupo tem avaliado e visto que esse corredor hoje é uma realidade. Por isso, a empresa tem interesse de conhecer todos os projetos e avaliar as oportunidades que ela pode obter para avançar nessa área", falou.

Ele acrescenta que para Mato Grosso do Sul o corredor bioceânico rodoviário é um dos grandes projetos de desenvolvimento. "Além da competitividade, o corredor é uma obra muito importante para o nosso Estado e grandes empresas como a CCR está interessada no projeto. Nesse sentido, é muito importante para nós colaborarmos com a concessionária e integrarmos esse grupo de trabalho capitaneado pelo ministro de Relações Exteriores do Brasil, João Carlos Parkinson de Castro. Enfim, são ações de desenvolvimento e estamos avançando nas discussões", declarou.

Já o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, acrescenta que a reunião teve como foco repassar ao Grupo CCR a viabilização da rota bioceânica rodoviária. "Nós explicamos aos diretores do CCR o andamento do projeto e eles, como um grupo empresarial do setor de logística do País, queriam entender melhor o corredor. Esse projeto é muito positivo e, tendo a CCR, penso que tem formas de o Grupo contribuir, então penso que foi de muita avalia o interesse deles e espero que se aprofundem nesse assunto junto com o Governo", ressaltou.

Para o diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, a reunião foi muito produtiva e serviu para esclarecer alguns pontos do corredor bioceânico rodoviário até os portos do norte do Chile. "Não temos dúvida de que se trata de um projeto que muda as características da exportação brasileira e isso é um avanço para Mato Grosso do Sul. O Grupo CCR, que atua na área de infraestrutura de rodovia, tem muito interesse na viabilização desse corredor e, por isso, vamos analisar e continuar trabalhando para contribuir com esse projeto", pontuou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Sob forte chuva, Hamilton garante pole position no GP de Estíria
ESPORTES
Comitê Olímpico confirma Missão Europa na próxima sexta-feira
CORONAVÍRUS
Deputados podem votar projeto de indenização a profissionais de saúde na terça
PANDEMIA
Surto de Covid-19 nas Américas está longe de acabar, dizem cientistas
JUSTIÇA
Ronaldinho Gaúcho tem recurso negado e segue preso no Paraguai
PMA
Pescadores de São Paulo são autuados por crime ambiental em MS
TRAGÉDIA
Motociclista morre em acidente com carreta em Campo Grande
LITERATURA
Nova tradução de Memórias Póstumas tem edição esgotada nos EUA
CORONAVÍRUS
Empresa interrompe atividades por uma semana em Juti
MERCADO DE TRABALHO
Instituto oferece 41 vagas de estágio; maioria na Capital

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências