Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
COMBUSTÍVEIS

Donos de postos de combustíveis se reúnem com deputado para provar inexistência de cartel

19 junho 2015 - 16h30

Empresários do setor da revenda de combustíveis da Grande Dourados, acompanhados de membros da diretoria do Sinpetro, reuniram-se com o deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha (PSB), com o objetivo de informar o parlamentar a respeito da falsa impressão de que estaria ocorrendo cartel na região. O encontro aconteceu na Assembleia Legislativa.

A reunião foi agendada após o deputado ter feito pronunciamento no qual disse estar inconformado com os preços praticados na cidade de Dourados. Na opinião dele, os valores poderiam indicar que os empresários estariam promovendo a prática de cartel.

A par do pronunciamento, a diretoria do Sinpetro imediatamente entrou em contato com o deputado e convidou os empresários de Dourados para que se reunissem com o parlamentar visando esclarecer a situação.

Foram apresentados ao parlamentar diversos documentos, como notas fiscais com os valores pagos pelos empresários nas distribuidoras pelos combustíveis, levantamento sobre os preços médios praticados em outras cidades e capitais fornecidos pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), órgão que regulamenta e fiscaliza o setor, por meio de pesquisas semanais de preços.

Além disso, os empresários apresentaram comprovantes de despesas comuns em todo e qualquer posto de serviços, como folha de pagamento de salários, encargos sociais e tributários, custos com energia elétrica, água e frete, dentre outros documentos.

De acordo com Edmir Jardim Neto, vice-presidente do Sinpetro, “foi demonstrado ao parlamentar que os preços praticados na Capital não podem servir de parâmetro para outras cidades, uma vez que no momento está ocorrendo uma acirrada disputa de mercado entre revendedores e distribuidoras”.

Essa situação, segundo explicou ao parlamentar, é sazonal, pois o preço praticado atualmente em Dourados tem como base o valor cobrado pelas distribuidoras para aquele município.

Ao final do encontro, o deputado informou que está programando uma audiência publica, que possivelmente ocorrerá em setembro, e que nesse intervalo de tempo irá convocar os diversos segmentos que compõe a cadeia de combustíveis, até chegar ao revendedor, incluindo-se nesse rol as distribuidoras e o governo. A iniciativa visa esclarecer toda a questão.

Participaram do encontro os empresários Mário Neves, Edmir Jardim Neto, Fernando Demamam, Janice Demamam, Donato Menegueti, Sebastião e o consultor técnico do Sinpetro Edson Lazaroto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVENÇÃO
Bombas flutuantes são ativadas para garantir abastecimento de água em Corumbá
ECONOMIA
Economistas defendem investimentos públicos e taxação de ricos
INCENTIVO
Em segunda edição do programa, UEMS concede 711 auxílios para acesso à internet
POLÍCIA
Idoso é encontrado morto em valeta na região central de Itaporã
DOURADOS
Em MS, interessados em adquirir imóvel podem ter desconto no valor da entrada
ESPORTE
Vasco empata com Bragantino e entra, provisoriamente, no G4
PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete