Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
ORIENTAÇÃO

Em tempos de isolamento social, ‘Dia do Abraço’ deve ser comemorado de outras formas

22 maio 2020 - 12h35Por Da Redação

O Dia do Abraço, celebrado mundialmente no dia 22 de maio, ganha um significado ainda mais sensível e emblemático em tempos de isolamento social. Para manter o gesto de carinho, mesmo à distância, algumas medidas podem ser realizadas com criatividade e cuidado.

Para celebrar essa data, a Caixa dos Servidores realiza uma ação com os colaboradores da empresa. Na capital, os voluntários do projeto de humanização “Plantão da Alegria” realizam abraços à distância com os funcionários, para motivar e sensibilizar os trabalhadores da área da saúde durante este período. Virtualmente, colaboradores de diferentes cidades gravam vídeos uns para os outros oferecendo um abraço. Uma das prioridades do plano de saúde, neste momento de crise, é cuidar de quem cuida, sendo cautelosos com a saúde física e mental daqueles que ajudam a construir uma Cassems maior e melhor, à cada dia.

De acordo com a estagiária em Enfermagem, Agatta Line, atividades como essa contribuem para o enfrentamento deste período de pandemia, em que trabalhadores da saúde podem se sentir aflitos. “Estamos vivendo uma situação atípica, sentimentos estão muito apurados, medo, solidão, carência de um abraço. São ações como essa que acalentam o coração”.

A psicóloga Cristina Pires explica que a ausência da afetividade pode impactar negativamente a saúde mental de um indivíduo. “A falta de afeto pode trazer alguns sentimentos como o medo excessivo, a insegurança, a carência e a rebeldia. Por esse motivo, existem pessoas que se mostram tão distantes quando o assunto são os sentimentos e emoções”.

Cristina salienta, ainda, que o contato físico é mais importante, ainda, durante a infância. A recomendação para os responsáveis das crianças, durante o período de isolamento social, é de cuidado e carinho redobrado. “Crianças que não receberam afeto tornam-se adultos com alguns transtornos e usam o distanciamento como maneira de se protegerem”.

Vygotsky, que defendem que o modo como uma pessoa se relaciona com o mundo e com os outros influencia fortemente em seu processo de desenvolvimento. “Neste sentido, o afeto é importante não apenas para criar laços, mas para desenvolver pessoas amorosas e seguras, isso tem impacto positivo para toda a vida”.

Para celebrar o Dia do Abraço e expressar carinho por quem você gosta, acompanhe algumas dicas:

Faça uma chamada de vídeo com pessoas que não vê há algum tempo, em decorrência do isolamento social, e coloque os assuntos em dia.

Passe um tempo de qualidade com as pessoas que estão na sua casa. Afaste-se do celular por algumas horas e ofereça atenção total. Vocês podem fazer diversas atividades juntos.

Escreva e envie um texto para um amigo, ressaltando as suas qualidades e expressando quão importante é a relação de vocês.

Ofereça ajuda para uma pessoa do seu convívio que precise de subsídios para passar pelo período de isolamento social ou, apenas, de ser ouvida por alguém.

Realize um happy hour com um grupo de amigos, via chamada de vídeo. Combinem de ouvir músicas, comer ou assistir algo ao mesmo tempo durante a transmissão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown