Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
EDUCAÇÃO

Em convênio, Uems e Ciência Sem Fronteiras enviam acadêmicos ao exterior

10 agosto 2014 - 18h22

Notícias MS

Desde a criação do programa Ciência Sem Fronteiras, do governo federal, em 2012, a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) já enviou 33 alunos para estudar em universidades no exterior.

Segundo a assessora de Relações Internacionais da Uems, Silvana Moretti, é uma oportunidade para destacar a Universidade no mundo. “O programa faz com que as universidades saiam da zona de conforto, os alunos têm mais experiências com outras culturas e idiomas, além de levar o nome da Universidade e divulgar pesquisas realizadas”, disse a assessora.

O Ciência sem Fronteiras busca capacitar acadêmicos brasileiros na área de ciências e tecnologias, com isso alunos destas áreas da Uems já foram para os Estados Unidos, Alemanha, Espanha, Portugal e outros países europeus. O aluno inscrito e habilitado é enviado para uma universidade, e durante o período que o acadêmico estiver no exterior receberá recursos do governo para se manter e adquirir materiais didáticos.

A acadêmica de Engenharia Ambiental na Uems, Luana Carraro, ficou dez meses na Espanha, onde cursou Engenharia de Energias Renováveis, na Universidad del País Vasco. “No primeiro semestre, desenvolvi um projeto sobre minihidrelétrica junto com os outros quatro brasileiros que estavam comigo, no segundo semestre fiz um projeto de pesquisa em parceria com outro brasileiro, sobre biomassa”, contou a estudante.

O intercâmbio possibilitou à Luana morar em duas cidades, Eibar e Bilbao, e conviver com pessoas de nacionalidades diferentes na casa onde residia, sendo uma guatemalteca, uma chilena e outra alemã. “A viagem me possibilitou aprender sobre a cultura vasca, também fiz amizades e tive que morar sozinha longe da família, além do crescimento pessoal e a convivência com outras pessoas com pensamentos e ideias diferentes”, relatou.

Próximo edital

A nova seleção do Ciência sem Fronteiras abrirá no próximo dia 15 de agosto vagas de graduação-sanduíche em 14 países via CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Os destinos ofertados são Alemanha, Austrália, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Itália, Holanda, Nova Zelândia, Polônia e Reino Unido.

O período de inscrição vai do dia 16 agosto a 30 de setembro. O prazo final para envio de teste de proficiência será no dia 10 de outubro, com homologação prevista de 6 a 21 de outubro. As atividades no exterior terão início em setembro de 2015.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AJUDA
Auxílio emergencial: nascidos em janeiro recebem hoje a 6ª parcela
Jovem é vítima de assaltante armado que foge com bicicleta
DOURADOS
Jovem é vítima de assaltante armado que foge com bicicleta
CAPITAL
Ladrão é preso ao invadir empresa de concreto pela terceira vez
Chamado de 'prevaricador', chefe da CGU depõe hoje à CPI da Covid
SENADO
Chamado de 'prevaricador', chefe da CGU depõe hoje à CPI da Covid
Bola Cheia...! Bola murcha...!
COLUNA
Bola Cheia...! Bola murcha...!
INFORME PUBLICITÁRIO
No CETEPS, aluno sai com diploma de técnico em enfermagem em 18 meses
AQUIDAUANA
Acusado de atirar na nuca de policial é condenado a 18 anos de prisão
BENEFÍCIO
INSS: quase cinco milhões terão de fazer prova de vida até 2022
DOURADOS
Agetran e Sucata Cultural realizam nesta terça Abordagem de Veículos 
NOVA YORK
Discurso de Bolsonaro abre debate da 76ª Assembleia Geral da ONU

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina