quarta, 17 de julho de 2024
Dourados
10ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
MATO GROSSO DO SUL

É Lei: Autistas têm atendimento prioritário em estabelecimentos comerciais

11 setembro 2017 - 11h31

As pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) passarão a contar, a partir de outubro, com atendimento prioritário em estabelecimentos comerciais e de serviços em Mato Grosso do Sul.

É o que garante lei publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (11/9) e que entra em vigor oficialmente em 30 dias.

A norma, que altera a lista de prioridade normatizada pela Lei Estadual 3.530/2008, inclui os autistas na lista de prioridades da lei e também garante o mesmo benefício às gestantes, lactantes, mães acompanhadas por crianças de colo e portadores necessidades especiais.

Os estabelecimentos comerciais, de serviços e similares, ficam obrigados a fixarem em local visível uma placa listando quem tem direito ao atendimento prioritário. Proprietários de estabelecimentos que descumprirem a lei estarão sujeitos a advertências por escrito e multa de 50 Unidades Fiscais Estaduais de Referência de Mato Grosso do Sul (Uferms), o equivalente a R$ 1.196,50 neste mês de setembro.

A palavra autismo foi utilizada pela primeira vez pelo psiquiatra suíço Eugen Bleuler, em 1911, ao designar a perda de contato com a realidade. O termo refere-se às crianças estudadas por ele, que viviam em um mundo próprio, dentro de si mesmas, daí a raiz "auto" (voltado para si próprio).

Engloba diferentes síndromes caracterizadas por perturbações do desenvolvimento neurológico, com três características fundamentais, que podem se manifestar em conjunto ou isoladamente. São elas: dificuldade de comunicação por deficiência no domínio da linguagem e no uso da imaginação para lidar com jogos simbólicos, dificuldade de socialização e padrão de comportamento restritivo e repetitivo.

Também chamado de Desordens do Espectro Autista (DEA ou ASD em inglês), recebe o nome de espectro (spectrum) porque envolve situações e apresentações muito diferentes umas das outras, numa gradação que vai das mais leves à mais grave. Todas, porém, estão relacionadas com as dificuldades de comunicação e relacionamento social.

Segundo o médico Drauzio Varella, estima-se atualmente que uma em cada 100 crianças no Brasil é portadora do espectro, que afeta mais os meninos do que as meninas. Em geral, o transtorno se instala nos três primeiros anos de vida, quando os neurônios que coordenam a comunicação e os relacionamentos sociais deixam de formar as conexões necessárias. Há múltiplas causas para o autismo, entre eles, fatores genéticos, biológicos e ambientais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL

Anvisa confirma novo caso de malária em navio fundeado em Santos

Menor tenta fugir de abordagem policial e é apreendida com drogas na MS-486
POLÍCIA

Menor tenta fugir de abordagem policial e é apreendida com drogas na MS-486

Casal suspeito de ameaçar esfaquear adolescente para roubar celular é indiciado
AQUIDAUANA

Casal suspeito de ameaçar esfaquear adolescente para roubar celular é indiciado

CNJ afasta desembargador que falou em mulheres loucas atrás de homens
BRASIL

CNJ afasta desembargador que falou em mulheres loucas atrás de homens

MS Supera: programa do Governo do Estado divulga resultado preliminar da fase C
EDUCAÇÃO

MS Supera: programa do Governo do Estado divulga resultado preliminar da fase C

RESSOCIALIZAÇÃO

Jateí recebe oficina de argila do projeto Reintegr'Arte no Presídio Feminino

PONTA PORÃ

Fardos de drogas são apreendidos em entreposto na fronteira

DOURADOS

Moto roubada no Centro é encontrada 'camuflada' na Vila Cachoeirinha 

PONTA PORÃ

Polícia cumpre mandado e apreende arma que pode ter sido usada para matar homem em rodovia

ARRECADAÇÃO

Abevê faz campanha 'Tampinhas de Amor' para arrecadar fundos para Hospital de Amor em Dourados

Mais Lidas

DESAPARECIMENTO

Douradense desaparece após viajar a trabalho para Maracaju

CAPITAL

Grupo de funcionários responsável por furtar empresa de transporte é desarticulado

DOURADOS

UFGD oferece 293 vagas para transferência de outras universidades e portadores de diploma

CAPITAL

"MS ao vivo" traz o cantor Diogo Nogueira para apresentar novo show neste domingo