Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Dólar fecha praticamente estável nesta terça

19 dezembro 2017 - 18h20Por G1

O dólar fechou quase estável nesta terça-feira (19), se mantendo abaixo do patamar de R$ 3,30, com investidores demonstrando preocupação com a questão fiscal doméstica e com possíveis impactos da reforma tributária norte-americana na atividade econômica dos EUA, destaca a Reuters.

O dólar recuou 0,04%, a R$ 3,2966 na venda, depois de bater R$ 3,2831 na mínima do dia.

O movimento neste pregão foi contido após o Banco Central brasileiro aumentar sua intervenção no mercado. "O mercado achou ruim as declarações do Meirelles, é uma forma de admitir que a reforma da Previdência não vai passar", avaliou o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva, ao citar a fala do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, sobre a possibilidade de se elevar os impostos.

Nesta terça-feira, o ministro não descartou o aumento de impostos no ano que vem para compensar a não aprovação de medidas fiscais enviadas pelo governo, e reconheceu que há risco de rebaixamento da nota de crédito do Brasil antes da votação da reforma da Previdência.

Essa notícia se somou ao mal-estar causado pela decisão na véspera do ministro Ricardo Lewandoski, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu por meio de liminar os efeitos de artigos da medida provisória 805/2017, que adia reajuste de servidores federais.

Em conversa com jornalistas nesta terça-feira, Meirelles pontuou, no entanto, que a Advocacia Geral da União (AGU) está verificando o que é possível fazer para recorrer de liminar do STF.

O movimento doméstico do dólar, no entanto, se contrabalançou com o recuo da moeda ante outras divisas no exterior, à espera da votação da reforma tributária no Congresso norte-americano.

"O corte de impostos norte-americano tem dado o norte para os negócios nos últimos dias. Mais do que a aprovação da proposta dos republicanos em si, o que os investidores querem sentir é a capacidade do presidente Donald Trump de levar seus projetos adiante", destacou a Advanced Corretora em relatório.

A votação pela Câmara dos Deputados norte-americana estava prevista para ocorrerainda nesta terça, com a votação no Senado acontecendo mais tarde ou no dia seguinte. O presidente, assim, poderia sancionar o texto antes do Natal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ABUSO SEXUAL
Mãe de criança de 12 anos flagra marido estuprando a menina
AMAMBAI
Veículo com registro de roubo/furto em SP é recuperado e homem preso por receptação
PANDEMIA
Apesar de curva de descenso, MS soma mais de 300 internados por coronavírus
DOURADOS
Aced traz Aly Baddauhy Jr para Roda Empresarial de Outubro
MATO GROSSO DO SUL
Apesar da chuva, falta de água continua e governo decreta situação de emergência
DOURADOS
Audiência na quarta-feira define rumo de julgamento sobre assassinato no shopping
DOURADOS
Orçamento para Saúde e Educação em 2021 supera meio bilhão de reais
BRASIL
Bolsonaro participa da abertura de fórum econômico com países árabes
PEDESTRIANISMO
Douradense conquista Estadual de atletismo em duas categorias
RIBAS DO RIO PARDO
Após denúncia, ‘boca de fumo’ é fechada e mulher presa

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
CAMPO GRANDE
Mulher fica ferida após panela de pressão explodir em loja