Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
MS

Destino correto de embalagens de defensivos agrícolas atinge recorde histórico em 2014

13 agosto 2014 - 16h00

Mato Grosso do Sul destinou corretamente 1,8 mil toneladas de embalagens de defensivos agrícolas entre janeiro e julho deste ano, registrando recorde histórico, segundo as informações do Inpev - Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias. O que significa 3,4% a mais das 1,7 mil toneladas recolhidas no ano passado. Para comemorar o desempenho e divulgar as ações dos produtores que levaram a esse resultado será realizado na próxima segunda-feira (18), o Dia Nacional do Campo Limpo.

O evento é composto por atividades socioeducativas realizadas em escolas e locais públicos em 23 estados brasileiros. Em Mato Grosso do Sul, as ações serão promovidas por oito centrais de recebimento nas cidades de Campo Grande, Chapadão do Sul, Dourados, Maracaju, Naviraí, Ponta Porã, Rio Brilhante e São Gabriel do Oeste.

Para o coordenador de operação da Inpev/MS, Hamilton Rondon Flandoli, o evento é uma oportunidade de divulgar a atuação do produtor rural de Mato Grosso do Sul à sociedade urbana. "Atualmente, 90% das embalagens tem correta destinação. Até o final do ano, esse percentual deve subir para 95%, um patamar que é resultado da conscientização do produtor. Acredito que até 2015 chegaremos próximo aos 100%".

Segundo o diretor de Relações Institucionais do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Rogério Beretta, o Dia Campo Limpo será uma realização integrada da indústria de defensivos agrícolas, dos órgãos públicos e dos produtores rurais na defesa do meio ambiente. "O índice superior a 90% na destinação correta das embalagens demonstra o alto grau de comprometimento da classe produtiva. A Famasul quer contribuir para que seja alcançada a meta de 100%".

No Brasil, o percentual de recolhimento é de aproximadamente 94%, o que o torna uma referência na reciclagem de embalagens, 17 pontos percentuais na frente dos franceses, que retiram do meio ambiente 77% das embalagens.

Esta é a 10ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo que tem como objetivo compartilhar os resultados do Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas). O sistema é referência no País e no mundo. A iniciativa une Inpev, agricultores, distribuidores, escolas, autoridades e a comunidade para divulgar a conservação ambiental no campo. A solenidade oficial de abertura acontecerá em São Paulo, no congresso da Andav - Associação dos Distribuidores de Insumos Agropecuários.

A celebração da data é realizada pelas centrais de recebimento de embalagens vazias, com apoio do inpEV, seus associados fabricantes de defensivos agrícolas, entidades representativas do setor (Abag, Aenda, Andav, Andef, Aprosoja, CNA, OCB e Sindag), organizações públicas (governo municipal e estadual) e privadas, além de outros apoiadores locais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
REGIÃO
Mais Social: beneficiários já podem utilizar créditos nesta terça-feira
Mulher finge dormir e flagra marido estuprando neta de 9 anos
ESTADOS UNIDOS
Presidente Bolsonaro se reúne com primeiro-ministro britânico nos EUA
PEDRO JUAN
Irmãos executados na fronteira foram vítimas de fugitivo de presídio
DOURADOS
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina