Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
NOVA ANDRADINA

Denúncia resulta em multa milionária a dois ex-superintendentes do Incra

07 fevereiro 2020 - 14h05Por Da Redação

A Justiça Federal aceitou o pedido do Ministério Público Federal (MPF) e determinou a demolição do prédio da Churrascaria e Lanchonete Gabrielly, construído irregularmente em área da União, no Assentamento Teijin, no município de Nova Andradina. O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) é o responsável pela demolição do empreendimento de 2.500 m², avaliado em R$ 800 mil.

Os réus devem ressarcir o Incra dos custos da demolição, que deve ocorrer em 120 dias a partir do recebimento do mandado judicial.

Além disso, os sete réus, entre eles dois ex-superintendentes do Incra, devem pagar, cada um, R$ 8 mil mensais, contados desde o início da construção do empreendimento (março de 2007), até a data da devolução do imóvel para demolição. Caso isso aconteça em março de 2020, cada um dos réus deverá pagar R$ 1,248 milhão, somada à multa de 10% deste valor (R$ 124 mil). A multa sobe para 40% (R$ 496 mil) para os donos da churrascaria.

Foram condenados a ressarcir a União dois ex-superintendentes do Incra, um ex-presidente da Federação dos Trabalhadores Assalariados Rurais de MS (Fetagri), a própria Fetagri e os donos da churrascaria. Cada um deles terá que arcar com os valores determinados na sentença, com referência em março de 2020: R$ 1,744 milhão para os donos da churrascaria, R$ 1,372 milhão para os demais, além do custo da demolição do empreendimento.

A Justiça, em decisão da 1º Vara Federal de Dourados, também atendeu o MPF e condenou os ex-superintendentes do Incra e o ex-presidente da Fetagri à perda da função pública que eventualmente ocupem e à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos. Os demais foram condenados à pena de proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

Histórico de irregularidades

Em 24 de janeiro de 2007, o Incra autorizou, em “caráter provisório”, a ocupação de terreno pela Fetagri no Assentamento Teijin. Em seis de fevereiro de 2007, a Federação cedeu metade da área (15 mil m²) para um particular, em troca da construção de um galpão.

No local - Km 125 da Rodovia BR 267 -, município de Nova Andradina, foi construída a Churrascaria e Lanchonete Gabrielly, empreendimento com 2.500m² de área construída. A obra iniciou em março de 2007 e terminou em junho de 2008. Aproximadamente R$ 800 mil foram despendidos na construção.

As transferências e autorizações de uso não seguiram qualquer procedimento formal e contrariam a legislação, que veda uso particular de áreas públicas. O Incra não acompanhou a destinação dada à área, não realizou fiscalização e em tese sequer tomou conhecimento da utilização para fins privados.

Em abril de 2012, a Justiça Federal de Dourados já havia aceitado pedido do MPF e determinado o bloqueio de R$ 296 mil da Churrascaria e Lanchonete Gabrielly. Na época, ficou decidido pelo bloqueio dos bens dos donos da churrascaria e o pagamento mensal, a título de arrendamento em favor da união, de R$ 4 mil até a decisão final da ação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSEMBLEIA DE MS
Projeto que prevê informativos sobre adoção segue para sanção
ASSEMBLEIA DE MS
Projeto que prevê informativos sobre adoção segue para sanção
TSE registra 264 crimes de violência contra candidatos desde janeiro
ELEIÇÕES 2020
TSE registra 264 crimes de violência contra candidatos desde janeiro
Ocupação de leitos públicos de UTI cai, mas taxa segue acima dos 70%
DOURADOS 
Ocupação de leitos públicos de UTI cai, mas taxa segue acima dos 70%
CAPITAL
Justiça nega danos morais por cobranças abusivas "por falta de provas"
CRIME AMBIENTAL
Pecuarista de 73 anos leva multa de R$ 5 mil por atear fogo em pastagem 
MEIO AMBIENTE
Imam de Dourados disponibiliza plataforma com cursos online nesta quinta
BEBIDA ALCOÓLICA
Homem esfaqueia esposa em cidade de MS após briga por quatro reais
ESSENCIAL
Câmara de Dourados institui locais para realização de atividades físicas
BRASIL
Arrecadação federal soma R$ 153,9 bilhões durante o mês de outubro

Mais Lidas

DOURADOS
Carro invade parque no final da Avenida Marcelino Pires, cai em valeta e pega fogo
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Homem ameaça ex com faca e apanha de vizinhos em Dourados
DOURADOS
Homem é preso após tentar atropelar policiais em abordagem na BR-163 
DOURADOS
Mulher é presa após atear fogo na casa do ex-marido, cadeirante