Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
MS

Debate em Fórum define prioridades nas políticas públicas para população indígena

18 junho 2015 - 15h00

Assessoria

A busca pelo diálogo constante e a necessidade do governo e lideranças indígenas construírem juntos as políticas públicas de esporte e lazer para os índios do Estado, foi tema de debate nesta quinta-feira (18) durante o Fórum promovido pela Fundesporte com apoio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

A subsecretária de Políticas Indígenas, Silvana Terena, reforçou o compromisso do Governo do Estado de construir as políticas respeitando cada etnia, “vamos juntos debater e construir as ações que beneficiem nosso povo e que respeite a cultura indígena de cada etnia”.

Silvana citou ainda a elaboração do Plano Estadual de Políticas Públicas Indígenas, que está sendo estudado para contemplar todas as tribos. “A Subsecretaria quer ouvir os indígenas e não intercessores, intermediadores como sempre foi feito nos governos anteriores. As demandas sairão realmente de dentro das comunidades”, reforçou.

Durante o evento foi feito o lançamento oficial do 10º Jogos Indígenas de Mato Grosso do Sul (JIMS) que tem como proposta fortalecer a cultura indígena e fazer a integração das diferentes tribos. O Estado é forte candidato para ser sede no ano que vem da etapa nacional.

O “Fórum de Políticas Públicas de Esporte e Lazer para os Povos Indígenas de MS” reuniu as oito etnias do Estado para colher subsídios para elaboração e implementação da Política Estadual. Estiveram presentes lideranças indígenas e pessoas ligadas ao esporte dentro das etnias.

A diretora de programas intersetoriais da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis), Andrea Nascimento Ewerton, disse que para qualquer política ter sucesso é necessário ouvir as demandas de todas as partes envolvidas. “Para diagnosticar as demandas e organizar os projetos e ações para cada região é preciso saber as necessidades. Por isso, vamos ouvir e construir coletivamente uma política de inclusão e participação autônoma das comunidades indígenas ao esporte e ao lazer”, afirmou Andrea.

O encontro, que acontece às 17 horas no auditório Professor Dercir de Oliveira na UFMS, está trabalhando com três eixos temáticos: esporte de participação e lazer; esporte educacional; e esporte de rendimento e Esporte de Tradições Nativas/Indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RESSOCIALIZAÇÃO
Projeto Reintegra atende reeducandos por meio da telemedicina
LIBERTADORES
Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador
MATO GROSSO DO SUL
Marçal destina R$ 1,1 milhão em emendas para saúde de 10 cidades de MS
IMUNIZAÇÃO
Dourados terá três campanhas de vacinação em outubro
DOURADOS
Prefeitura prorroga vínculo com escritório contratado para auxiliar em licitações já anuladas
COMER BEM
Açaí Mr. Fit: sabor para todos os gostos
MAIS CARO
Preço do pão francês acumula alta de quase 8% no ano em MS
LEGISLATIVO DE MS
Assembleia mantém sessões remotas até 30 de outubro
BOA AÇÃO
Banda douradense faz live para ajudar criança com doença rara e degenerativa
SAÚDE & BEM - ESTAR
Exame oftalmológico é só com o médico oftalmologista!

Mais Lidas

DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida
PARANÁ
Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal
PEDRO JUAN
Terror na fronteira: três veículos de luxo são incendiados em pontos distintos
PANDEMIA
Prefeitura e MPE entram em acordo para retorno das aulas presenciais na rede privada