Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
MATO GROSSO DO SUL

Criação do Cope vai para segunda votação na Assembleia Legislativa

15 dezembro 2017 - 16h05

Projeto de Lei do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para criar o Comando de Operações Penitenciárias Especiais (Cope) foi aprovado, nessa quinta-feira (14.12), em primeira votação na Assembleia Legislativa (AL). O grupo, que atuará inicialmente em intervenções táticas em presídios e escoltas, é um anseio dos servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), representando evolução profissional e institucional para os agentes.

Mato Grosso do Sul é o único da região Centro Oeste e um dos poucos do Brasil que ainda não possui esse serviço especializado de agentes prisionais. A proposta do Governo defende que o Cope contribuirá para a manutenção da ordem e da disciplina nas prisões, tendo em vista que com um grupo próprio a Agepen poderá realizar mais ações de segurança, como operações pente-fino e resposta mais rápida em situações de crise.

Além disso, conforme o argumento, a aplicabilidade do grupo é de caráter fundamental para a segurança pública, uma vez que o emprego de pessoal especializado no ambiente carcerário permite a mobilização de outras forças policiais em suas atividades de origem.

O projeto segue agora para análise em segunda votação para posterior encaminhamento para sanção governamental. A expectativa é que esse trâmite seja concluído já na próxima semana. Após isso, também será necessária regulamentação do Regimento para o funcionamento do Cope, por meio de Portaria do diretor-presidente da Agepen.

De acordo com o presidente da comissão responsável pela elaboração da minuta do projeto aprovado na Casa de Leis, agente penitenciário João Bosco Correia, a minuta do regimento também já está pronta e será encaminhada para análise da direção da Agepen assim que a Lei for sancionada.

O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, destaca que a agência penitenciária já vem se preparando para a instituição desse grupo especializado, com a aquisição de equipamentos, armamentos e capacitação de servidores, que deverão ocorrer de maneira mais sistemática pós a efetivação dos trabalhos. “Acabamos, por exemplo, de receber mais 11 furgões celas, que deverão ser utilizados também para os serviços”, informou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NAVIRAÍ
Homem agride esposa e tenta queimar casa onde filho de 7 meses dormia
SELIC
Copom decide manter juros básicos da econômia em 2% ao ano
JARDIM
Briga após dia de trabalho termina com funcionário de fazenda morto
ECONOMIA
Governador anuncia pagamento de outubro e garante o 13° salário
CAMPO GRANDE
Adolescente que estava desaparecida desde sexta-feira é encontrada
FUTEBOL
Com um a menos, Santos segura empate com Ceará pela Copa do Brasil
ECONOMIA
Dólar dispara e fecha cotado a R$ 5,76
CLIMA
Tempo muda nas próximas horas e há risco de temporal em Mato Grosso do Sul
COXIM
Usuário de cocaína dispara contra residência e acaba preso em flagrante
INTERNACIONAL
Alemanha adotará lockdown de um mês em reação à disparada de Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade