Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
INVESTIGAÇÃO

CPI dos Combustíveis solicita informações da Secretaria de Fazenda

02 dezembro 2015 - 18h50

A CPI dos Combustíveis realizou a segunda reunião de trabalho nesta quarta-feira (2). Os parlamentares aprovaram quatro requerimentos que solicitam informações, relatórios e documentos ao secretário de Estado e Fazenda, Marcio Monteiro e do secretário-adjunto, Jader Rieffe Jualinelli.

Os requerimentos encaminhados aos secretários pela CPI solicitam os dados cadastrais com endereços e contatos telefônicos das refinarias, distribuidoras, postos e revendedores de combustíveis localizadas em Mato Grosso do Sul; relatórios e demonstrativos financeiros sobre a carga tributária incidente sobre o preço de comercialização de combustíveis no Estado.

E ainda é requisitado pela Comissão a cópia integral de todo o material utilizado, bem como, dos documentos que deram suporte á apresentação realizada pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), na audiência pública Preço dos Combustíveis: Queremos saber a verdade realizada na Casa de Leis no dia 10 de setembro deste ano. O prazo para o encaminhamento dos documentos dado à Sefaz pela CPI foi de cinco dias.

O presidente da CPI, deputado José Carlos Barbosa (PSB) justificou que o encaminhamento das solicitações é necessário para o andamento dos trabalhos. “Porque são os documentos que irão indicar à Comissão o preço que saí da origem, no caso da refinaria ou da usina, o preço que é repassado para a distribuidora, e da distribuidora é entregue para os postos de combustíveis que consequentemente serão levados ao consumidor.

Nós precisamos entender este caminho para saber quem está ganhando, e quanto está ganhando, e se o ganho é justo. Queremos também verificar se existe diferença dos preços praticados de uma localidade para outra e se a diferença de preço da capital para um município do interior é justificada apenas pelo frete, ou se há abuso de poder econômico”, alegou o deputado.

Participaram da reunião ainda os deputados Maurício Picarelli (PMDB) que é o relator e os membros Angelo Guerreiro (PSDB) e Beto Pereira (PDT).

O objetivo do grupo de trabalho é apurar eventuais irregularidades nos preços praticados na distribuição e comercialização de combustíveis em Mato Grosso do Sul. A CPI irá apurar também denúncias de supostas formações de cartel em alguns municípios do Estado e de dumping (venda abaixo do preço de custo) em Campo Grande. A próxima reunião está agendada para quarta-feira (9), a partir das 14h, na Casa de Leis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar fecha a R$ 5,47 e sobe mais de 3% na semana
Adolescente é apreendido por tráfico de drogas e posse de arma de fogo
REGIÃO
Adolescente é apreendido por tráfico de drogas e posse de arma de fogo
IMUNIZAÇÃO
Cerca de 2 milhões de vacinas da AstraZeneca chegam ao Brasil
INTERNACIONAL
China diz que dez homens presos em mina de ouro procuram colegas
Prefeito nomeia secretário de Agricultura Familiar
DOURADOS
Prefeito nomeia secretário de Agricultura Familiar
DOURADOS
Criada Frente de Acompanhamento do Plano de Imunização da Covid
OPORTUNIDADE
Últimos dias para inscrições em qualificação profissional do IFMS
SEGURANÇA PÚBLICA
Senasp vai à fronteira conhecer trabalho das forças de segurança do Estado
REGIÃO
Homem é preso por transporte ilegal de agrotóxicos
CLIMA
Dourados supera 210 mm no mês e previsão é de mais chuva no final de semana

Mais Lidas

DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado
DOURADOS
Alvo da PF, empresário foi preso com armas e fortuna ao sofrer atentado em 2019