Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos

16 janeiro 2021 - 17h20Por Agência Brasil

A Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) lançou um guia com orientações sobre a vacinação contra a covid-19 em pacientes com doenças reumáticas autoimunes. Segundo a entidade, em razão da ausência, até o momento, de evidências de segurança e eficiência das vacinas para as pessoas com enfermidades reumáticas, a decisão pela vacinação deverá ser tomada caso a caso.

A decisão de vacinação deve ser individual e compartilhada entre o médico e paciente, tendo em vista que portadores dessas enfermidades podem apresentar desregulação imune por causa da doença e redução da eficiência do sistema de defesa do organismo devido ao tratamento.

“É esperado que o reumatologista esteja familiarizado e se mantenha atualizado sobre as características, eficácia e segurança das vacinas contra covid-19 para melhor orientar seus pacientes, considerando tanto a situação epidemiológica local quanto os riscos e benefícios desta tomada de decisão compartilhada”, diz a cartilha.

O guia destaca que a população com doenças reumáticas autoimunes não é considerada grupo de risco para a covid-19. Segundo o documento, a análise de bancos de dados da China, Europa e Estados Unidos não revela maior incidência e gravidade da covid-19 nesses pacientes.
Doenças reumatóides autoimunes

“Destaca-se o posicionamento da Sociedade Brasileira de Infectologia e do Ministério da Saúde, que também não consideram os pacientes com doenças reumatóides autoimunes entre os grupos de risco aumentado para complicações da infecção por Sars-CoV-2 e, desta forma, com indicação para vacinação prioritária, sugerindo que a maior parte destes pacientes possa ser vacinada juntamente com a população geral”, frisa.

O guia recomenda que a vacinação desses pacientes poderá ocorrer quando a doença reumatoide estiver estável ou em remissão, e o paciente não estiver com a eficiência do sistema de defesa do organismo alterada. “Entretanto, o médico pode discutir com o paciente o momento para a imunização, considerando a situação epidemiológica da região e o enquadramento do paciente nos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

História em quadrinhos retrata língua indígena de sinais
INCLUSÃO
História em quadrinhos retrata língua indígena de sinais
Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
MEIO AMBIENTE
Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
Aiatolá iraquiano diz ao papa que cristãos deveriam viver em paz
INTERNACIONAL
Aiatolá iraquiano diz ao papa que cristãos deveriam viver em paz
Paranaense é autuado em R$ 5 mil por construir estrada sem autorização ambiental
REGIÃO
Paranaense é autuado em R$ 5 mil por construir estrada sem autorização ambiental
FRONTEIRA
Moradora acorda com barulho e encontra janelas 'furadas de bala'
PANDEMIA
Dourados tem mais de 40 pessoas internadas em UTI's com Covid
FUTEBOL
Pelo Carioca, Flamengo recebe o Macaé no Maracanã
NOVA ANDRADINA
Dupla é presa por tráfico, direção perigosa, desobediência e infração de medida sanitária
PORTO MURTINHO
Pecuarista é autuado em R$ 90 mil por desmatar vegetação em área protegida
PANDEMIA 
Em seis dias, MS registrou quase 80 óbitos por coronavírus

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF