Menu
Busca domingo, 25 de julho de 2021
(67) 99257-3397
COVID-19

Com doses da Janssen, MS vai fazer estudo de vacinação em massa na fronteira

24 junho 2021 - 11h03Por Da Redação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, vai receber do Ministério da Saúde 150 mil doses da vacina contra Covid-19 da Janssen para imunizar os 13 municípios que fazem fronteira com outros países em Mato Grosso do Sul. A iniciativa faz parte de estudo do Vebra Covid-19 (Vaccine Effectiveness in Brazil Against COVID-19) que vai pesquisar a efetividade e impacto da vacinação em massa na região de fronteira.

O Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, recebeu ligação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga nesta quinta-feira (24.6), confirmando o envio de 5% do carregamento de 3 milhões de doses da Vacina da Janssen que chegam no Brasil nesta sexta-feira.

A Secretaria de Estado de Saúde enviou solicitação ao ministério pedindo 5% das doses do fundo de reserva para se vacinar as 13 cidades de fronteira com Paraguai e Bolívia, com o intuito de se criar um cinturão de imunização.

O Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, destacou que isso foi fruto de empenho coletivo envolvendo o governador Reinaldo Azambuja, a ministra Tereza Cristina, a bancada federal composta por três senadores e oito deputados federais, Conass, Cosems e Conassems. “Queremos agradecer o empenho de todos para que esse pleito fosse atendido. Diversos atores se envolveram para que Mato Grosso do Sul possa realizar a imunização em massa dos municípios de fronteira, servindo de exemplo para o País”, disse.

O estudo está sendo capitaneado pelo infectologista Júlio Crodda através do grupo Vebra Covid-19, que tem o apoio da Opas e é composto por diversas instituição, como Fiocruz, UFMS, Stanford university, Yale university, Instituto de Salude Global de Barcelona, Universidade da Florida, entre outras.

Será avaliado o impacto de vacinação em massa, em pessoas entre 18 a 50 anos em 13 cidades de fronteira do estado de Mato Grosso do Sul, após 14 dias de dose única da Janssen. O objetivo é estimar efetividade de um regime de uma dose da Janssen redução de riscos de forma sintomáticas, graves e óbitos por Covid-19 após 14 dias.

Os municípios que vão fazer parte do estudo de vacinação em massa são Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho, Corumbá e Ladário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
DOURADOS
Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
ECONOMIA
Corumbá pagará 13º dos servidores de forma integral em dezembro
VACINAÇÃO COVID
Após risco de desabastecimento, Ministério promete enviar 10,2 milhões de doses nesta semana
"É uma vergonha": medalha de prata expõe racha no skate do Brasil
OLIMPÍADAS
"É uma vergonha": medalha de prata expõe racha no skate do Brasil
Após perseguição da PRF, motorista consegue fugir de flagrante de tráfico
POLÍCIA
Após perseguição da PRF, motorista consegue fugir de flagrante de tráfico
DOURADOS
Revoltados por morte de adolescente, populares atacam casa de acusado
PANDEMIA
Dourados tem 66% de ocupação e 15 vagas disponíveis de UTI Covid
PANDEMIA
Família quer que prefeitura assuma conta de R$ 130 mil de paciente que não conseguiu vaga em UTI
ESPORTE
Flamengo goleia São Paulo de virada no Maracanã pelo brasileirão
POLÍCIA
Acusadas de 'magia negra', mulher e filha de 11 anos são assassinadas a tiros

Mais Lidas

NAS REDES
Dourados 360°: imagem mostra a cidade de uma forma diferente; confira
CLIMA
Nova onda de frio pode provocar mínima de 0ºC em Dourados na próxima semana
DOURADOS
Enquanto rapaz viajava, casa é furtada no Água Boa e autores levam até o cachorro
DOURADOS
Jovem bêbado é preso dirigindo em 'zigue-zague' na Presidente Vargas