Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
GUERRA CONTRA O AEDES

Com suspeita de Guillain-Barré, mulher é transferida para Capital sem sentir as pernas

04 fevereiro 2016 - 14h50

Foi transferida da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Paranaíba para o HU (Hospital Universitário) de Campo Grande na quarta-feira (03), Janecler Nunes da Silva, 33. Ele estava internada com suspeita de Zika Vírus e evolução para Síndrome de Guillain-Barré.

De acordo com o Correio do Estado, o cunhado dela Renato Mendes, 39, informou que a família ainda aguarda o resultado dos exames, diante do desconhecimento científico em relação ao Zika vírus e suas consequências. A vítima respira por aparelhos, não sente as pernas e teria perdido também a fala.

Os sintomas apareceram em Janecler na quinta-feira passada, dia 28 de janeiro, segundo o Tribuna Livre. Ela teve febre, dores nas juntas e mal estar, típicos da Dengue. Como estava com dormência nas mãos, procurou a Santa Casa de Paranaíba, foi medicada e liberada.

O quando ficou mais grave no dia seguinte, sexta-feira (29), e ela não conseguiu trabalhar. Diante da situação, retornou ao hospital no sábado (30) pela manhã. No local ela recebeu uma injeção, tomou soro e foi liberada. Mas, não aguentava parar em pé, então saiu do local de cadeira de rodas.

Ela passou mal novamente no domingo (31). Não sentia mais as pernas, durante um banho no final da tarde não conseguiu mais parar em pé e tinha sensação de fraqueza.

Na segunda-feira (1º), Janecler parou de sentir as mãos e os pés e teve que ser levada à Santa Casa pelo Corpo de Bombeiros. Ela ficou em observação no local, mas não foi internada.

Ainda de acordo com o Correio do Estado, o cunhado informou que Janecler passou a ter sintomas de Dengue Hemorrágica e foi levada para a UTI às 20h daquele dia. Ela ficou no local até esta quarta-feira, quando foi transferida para Campo Grande, para receber atendimento de um neurologista.

A partir dos exames realizados, os médicos de Paranaíba suspeita que ela esteja com Síndrome de Guillain-Barré. A doença pode ser adquirida depois de contaminação pelo Zika Vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo transmissor da Dengue.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mais de 68% dos municípios de MS iniciaram a vacinação contra Covid
IMUNIZAÇÃO
Mais de 68% dos municípios de MS iniciaram a vacinação contra Covid
PANDEMIA
Coari registra sete mortes por Covid-19 por falta de oxigênio
MJSP lança plano para combater facções criminosas nos estados
FORÇAS-TAREFAS
MJSP lança plano para combater facções criminosas nos estados
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto proíbe governo de transferir ao cidadão responsabilidade pela vacina
ESPORTES
Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial de Handebol
IMUNIZAÇÃO
Confira a distribuição das doses de vacina contra a Covid-19 por município em MS
PANDEMIA
Brasil tem 1,1 mil mortes por Covid-19 registradas em 24 horas
REGIÃO
Homem é preso após descumprir medidas protetivas em Bataguassu
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Maia reafirma preocupação com a compra de vacinas pelo governo
ESPORTES
São Paulo acerta retorno de artilheira do último Brasileirão Feminino

Mais Lidas

DOURADOS
Promotor vê preconceito em comentários contra vacina para índios e denuncia à PF
DOURADOS
Mulher é presa acusada de dar cobertura para assaltantes que rendiam família
DOURADOS
Em ação conjunta, polícia deflagra operação para investigar crimes
TRAGÉDIA
Casal morre após caminhonete colidir contra carreta na BR- 163