Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
FUTEBOL DE MS

Com garantia de reabertura do Morenão, Estado prepara licitação da reforma geral

17 dezembro 2019 - 17h05Por Da Redação

Compromisso firmado pela Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul perante o Ministério Público Estadual (MPE), Governo do Estado e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) garantirá a reabertura do Estádio Pedro Pedrossian (Morenão) para o Campeonato Estadual de 2020. A entidade assumirá a execução das obras emergenciais, enquanto o Estado investirá no projeto de restauração do histórico estádio.

O acordo foi anunciado em reunião no MPE, na manhã desta terça-feira (17), onde a federação garantiu que até 15 de janeiro concluirá as intervenções nos setores de segurança, estrutura e hidráulica do estádio, conforme laudos que apontaram deficiências de pequeno e médio graus e ocasionaram a interdição da praça esportiva. A UFMS também entregará nesse prazo as obras de adequações na parte externa do estádio (rampa de entrada).

O investimento do Governo do Estado, no valor de R$ 4 milhões, se dará após o Campeonato Estadual, provavelmente em abril, quando será lançado o projeto de reforma completa do Morenão para transformá-lo em uma arena multiuso, anunciou o secretário especial de Governo, Carlos Alberto Assis. “As primeiras intervenções para reabrir o estádio darão o pontapé inicial para sua revitalização e resgate do nosso futebol”, disse o secretário.

União de esforços

A reunião foi coordenada pelo procurador Luiz Eduardo Lemos, que destacou o alinhamento entre entidades e órgãos governamentais na busca de soluções para recuperar o Morenão. Ele explicou que estão em andamento dois procedimentos no MPE, relacionados à interdição do estádio com base nos laudos técnicos e ao projeto de reforma, e reafirmou seu otimismo na reabertura do Morenão para o campeonato e na sua macro reforma.

“Todos estão engajados e as obras emergenciais e de restauração serão executadas, este é o nosso entendimento”, afirmou o procurador, destacando o compromisso do governador Reinaldo Azambuja em investir na reformulação estrutural do estádio. “É triste ver hoje o Morenão com portões fechados, quando sabemos que há uma demanda de público, o torcedor tem sede por futebol e podemos assistir de novo aquele estádio vibrar”, frisou.

Durante o encontro, o secretário especial Carlos Alberto Assis e o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, explicaram que as obras de reforma do estádio não foram contratadas ainda, em tempo hábil para início do campeonato, porque o projeto técnico, elaborado pela UFMS, sofreu adequações, em comum acordo com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), para que não ocorram falhas no processo licitatório.

Resgate do futebol

A reformulação do projeto técnico também atende às novas recomendações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, quanto aos itens de segurança e acessibilidade do estádio, em conformidade com o Estatuto do Torcedor. A obra será licitada no início do próximo ano e os recursos estão garantidos, tendo como fonte o Fundo Estadual de Defesa do Consumidor, vinculado ao Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de MS).

“É determinação do governador Reinaldo Azambuja iniciarmos um grande movimento para resgatar o nosso futebol, que passa, com certeza, pela revitalização do Morenão. A reforma do estádio é um compromisso do governador e estamos cumprindo todas as etapas, com a orientação, parceria e o empenho do MPE e da UFMS. Estamos no caminho certo e o nosso futebol vive um momento muito positivo e especial”, disse Marcelo Miranda.

Falando em nome dos clubes de futebol, o presidente do Operário (Campo Grande), Estevão Petrallas, declarou que os dirigentes saíram da reunião entusiasmados com os compromissos firmados para recuperar o Morenão. “A gente precisava de um governo diferente para fazer isso acontecer e o Reinaldo Azambuja fez acontecer, esse renascer do nosso futebol tem a mão dele”, ressaltou. “O grande vencedor disso tudo será o nosso torcedor.”

Apoio financeiro

Durante o evento, Assis e a Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de MS) anunciaram para os clubes de futebol presentes que, por determinação do governador Reinaldo Azambuja, o aporte financeiro do Estado para as agremiações que disputarão o Estadual será de R$ 820 mil para 2020. O diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, informou que desde 2015 o Estado apoia os clubes e a verba para o próximo ano tem um acréscimo de 30%.

Presentes à reunião o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Valdir Acosta; procurador-adjunto da Procuradoria Geral do Estado, Ivanildo Silva da Costa; superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão; Luis Mário Penteado, da Agesul; e o pró-reitor de Administração e Infraestrutura da UFMS, Augusto César Portela Malheiros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REPARAÇÃO HISTÓRICA
Volks faz acordo para reparar violações dos direitos humanos na ditadura
CAMPO GRANDE
Homem invade casa da ex e agride atual com socos e golpe de marreta
BRASIL
Caixa Econômica lança a "Super Sete" nova modalidade de loteria
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados
RIO DE JANEIRO
Alerj autoriza continuidade do processo de impeachment contra Witzel
DESCAMINHO
Polícia apreende carreta com cigarros e causa prejuízo de dois milhões
JUSTIÇA
Loja deve trocar produto que apresentar defeito até 6 meses de uso
PRESIDENTE INVESTIGADO
Julgamento no STF sobre depoimento de Bolsonaro será em plenário virtual
ITAQUIRAÍ
Ação conjunta prende traficante e apreende duas toneladas de drogas
LOTERIA
Confira as dezenas sorteadas da Mega-Sena; prêmio é de R$ 43 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
DOURADOS
Após bebedeira, homem é assassinado por “dar em cima” de esposa do acusado
DOURADOS
Motorista que fez 'strike' e atropelou cinco no Novo Horizonte é levado à PED
DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida