Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905
INTERNACIONAL

China e Rússia pedem à ONU redução de sanções contra Coreia do Norte

17 dezembro 2019 - 10h04Por Da Redação

A China pediu hoje (17) ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) que apoie uma proposta sino-russa de reduzir as sanções contra a Coreia do Norte, desde que o país aceite um plano de desnuclearização.

Nas últimas semanas, o governo norte-coreano tem pedido aos Estados Unidos (EUA) que suspenda as sanções impostas e fez um ultimato, ameaçando com um "presente de Natal" se Washington não fizer concessões em sua posição.

O presidente norte-americano, Donald Trump, respondeu ao ultimato da Coreia do Norte, afirmando que ficaria "decepcionado se alguma coisa estivesse sendo preparada, referindo-se à possibilidade de qualquer retaliação militar por parte de Pyongyang.

A proposta apresentada por Pequim e Moscou à ONU busca uma solução para o impasse, sugerindo que os EUA ajustem as suas sanções contra a Coreia do Norte "de acordo com os passos dados por esse país em direção à desnuclearização".

A proposta chega em um momento de tensão entre Washington e Pyongyang, com as negociações travadas desde o fracasso da cúpula entre Donald Trump e o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em fevereiro passado.

"A península coreana atravessa um período importante e sensível. A urgência de um acordo político aumentou ainda mais", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China.

A comunidade internacional deve "impedir que a península volte à tensão e ao confronto", argumentou o porta-voz chinês, em entrevista coletiva, em que justificou o pedido apresentado à ONU.

Entre outras medidas, o documento sugere a suspensão da proibição de importação de carvão, ferro, minério de ferro e têxteis da Coreia do Norte.

China e Rússia pedem ainda o fim de uma medida que exige que os países recusem trabalhadores norte-coreanos que procurem emigrar.

O documento pede também a Pyongyang que inicie um processo de desnuclearização. O pedido tem sido recusado por Kim Jong-un, alegando que as armas nucleares são a única forma de garantir a segurança nacional contra ataques externos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
TRAGÉDIA
Ciclista morre após ser atropelado por carro na Avenida Marcelino Pires
INFORMAÇÃO
Especialista recomenda prazo de adaptação à Lei de Proteção de Dados
PANDEMIA
Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus
CAMPO GRANDE
Moradores da Capital realizam ação solidária e arregacam 1t de alimentos
ESPORTES
Flamengo vence com tranquilidade e se aproxima do título estadual
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
LUTO
Martha Rocha, 1ª Miss Brasil, morre em Niterói, no Rio de Janeiro
PANDEMIA
Brasil chega a 1,6 milhão de casos confirmados de coronavírus
ECONOMIA
Pesquisa mostra potencial para a expansão do home office

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta