Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ADOLESCÊNCIA

Cassems lança campanha de prevenção da gravidez nesta quinta-feira

10 fevereiro 2020 - 13h20Por Da redação

Nesta quinta-feira (13), no anfiteatro do Hospital Cassems Campo Grande, a Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) lança a campanha de prevenção “Gravidez não é Brincadeira”, de conscientização da gravidez na adolescência. Para o lançamento, às 15h, será realizada uma coletiva de imprensa para profissionais da comunicação. Mais tarde, às 17h, o plano de saúde propõe uma mesa de debates, aberta à comunidade, com especialistas da saúde, para dialogar sobre a gestação precoce.

A campanha é uma parceria da Cassems com a Sogomat-SUL (Sociedade Sul-Mato-Grossense de Ginecologia e Obstetrícia) e Sogia-BR (Associação Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia da Infância e Adolescência). Em alusão à Semana Mundial de Prevenção à Gravidez na Adolescência, a Cassems reitera a importância do diálogo entre os pais e conhecimento sobre os métodos anticoncepcionais, para evitar a gestação não planejada.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde ), a adolescência é um período que compreende as idades de 10 a 19 anos. Nessa etapa da vida, o corpo e mente do indivíduo passa por uma série de transições, que marcam o fim da infância e um preparo para a vida adulta. As transformações são hormonais, psicológicas, anatômicas e, por este motivo, é fundamental que o jovem seja acolhido por uma rede de apoio composta por familiares e profissionais de saúde.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, médica ginecologista e obstetra, Maria Auxiliadora Budib, salienta a importância de uma linha de cuidado para adolescentes e explica que, desde o ano passado, a equipe técnica de prevenção iniciou um trabalho de rodas de conversa com jovens na capital.  

“São 24 mil adolescentes na Operadora, a maioria concentrados em Campo Grande. Durante a infância, são acompanhados na Pediatria. No entanto, no período da adolescência, há um afastamento dos cuidados com a saúde. Algumas jovens ainda vão ao ginecologista, em decorrência da menstruação, mas os meninos só voltam à ir ao médico na vida adulta, geralmente, na Urologia. Precisamos cuidar dos nossos adolescentes”.

No Brasil, o fenômeno da gravidez na adolescência apresentou uma queda nas últimas décadas. Hoje, segundo pesquisa de 2018 da OMS, a taxa de adolescentes grávidas é de 62 para cada grupo de mil jovens, com idades entre 15 e 19 anos, dado ainda considerado alto, visto que a média mundial é de 44 a cada mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEMANA DO TRÂNSITO
Em live, Detran/MS fala sobre Mudanças no Código de Trânsito Brasileiro
DOURADOS
Setembro deve acabar com menos da metade da chuva esperada
TV DOURADOS NEWS
"Quem busca o suicídio, não quer se matar, mas sim se livrar da dor intensa", diz psicóloga Rosimeire Martins
UEMS
Inscrições para seleção de docentes temporários de Letras terminam hoje
CAPITAL
Homem morre de infarto enquanto malhava em academia
REGIÃO
Nelsinho Trad conquista R$ 789 mil da União para cinco municípios de MS
NÚMEROS DA TRAGÉDIA
Mundo ultrapassa a marca de 1 milhão de mortos pelo novo coronavírus
TRÊS LAGOAS
Jovem de 19 anos morre atropelado por ônibus em cruzamento
TEMPO
Terça-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
FRONTEIRA
Homem que roubou R$ 30 mil de empresa é preso em posto na BR-163

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte