Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
JUSTIÇA

Campanha combaterá violência sexual infantojuvenil no carnaval

10 fevereiro 2020 - 12h50Por Da Redação

Com a proximidade do Carnaval, festa popular muito esperada no país, as varas e coordenadorias da infância em todo o território nacional começam a buscar formas de evitar que crianças e adolescentes sejam alcançados pelas consequências das festividades, como embriaguez, gravidez indesejada, entre outros, além de serem vítimas de todo tipo de violência – principalmente a sexual.
 
Ciente da necessidade de campanhas esclarecedoras, já que a prevenção é a melhor atitude a ser adotada, a Coordenadoria da Infância e da Juventude de MS estabeleceu parceia com o Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes (Comcex/MS) para realização de uma campanha durante os festejos do carnaval, com objetivo de prevenir e enfrentar a questão da violência sexual contra crianças e adolescentes em Mato Grosso do Sul.
 
Ressalte-se que entre as ações do Comcex/MS no combate à violência sexual infantojuvenil figura a campanha de conscientização, com distribuição de panfletos elucidativos sobre a data da festa popular, visando a proteção dos direitos da criança e do adolescente.
 
Assim, por intermédio da CIJ, o Tribunal de Justiça de MS forneceu apoio institucional à campanha com a impressão de 10.000 panfletos para serem distribuídos nos locais onde os foliões estarão durante as festividades.
 
Saiba mais – O carnaval é uma tradicional festa popular realizada em diferentes locais do mundo, sendo muito celebrada no Brasil. Apesar do forte secularismo presente, a festa é tradicionalmente ligada ao catolicismo, uma vez que sua celebração antecede a Quaresma, porém o carnaval não é uma invenção brasileira e sua origem remonta à antiguidade.
 
A palavra carnaval é originária do latim, carnis levale, cujo significado é “retirar a carne”. Esse sentido está relacionado ao jejum que deveria ser realizado durante a Quaresma e também ao controle dos prazeres mundanos.
 
No Brasil, o carnaval começou no período colonial e uma das primeiras manifestações foi o entrudo, uma brincadeira de origem portuguesa que, na colônia, era praticada pelos escravos. Nela, as pessoas saíam às ruas sujando umas às outras jogando lama, urina etc. O entrudo foi proibido em 1841, mas continuou até meados do século XX.
 
Depois surgiram os cordões e ranchos, as festas de salão, os corsos e as escolas de samba. Afoxés, frevos e maracatus também passaram a fazer parte da tradição cultural carnavalesca brasileira. Marchinhas, sambas e outros gêneros musicais foram incorporados à maior manifestação cultural do Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

'FALSO FRETE'
Douradense é atingido por tiros após levar golpe e reagir a assalto
SEGURANÇA
INSS oferece serviço expresso para entrega de documentação
CRIME AMBIENTAL
Mulher é autuada por capturar pescado acima da cota permitida
PANDEMIA
Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
MATO GROSSO DO SUL
Força-tarefa conta com mais de 50 homens no combate aos focos de calor no Amolar
AMAMBAI
Após denúncia, polícia encontra caminhão abandonado com cigarros contrabandeados
CAMPO GRANDE
Militar do Exército morre após colidir moto contra veículo
BRASIL
Presidente Jair Bolsonaro está sem febre ou dor após cirurgia
CAARAPÓ
Carreta carregada com maconha em compartimento falso é abordada pela polícia

Mais Lidas

PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
ACIDENTE
Mulher envolvida em acidente no Centro ficou presa às ferragens de veículo
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados