Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
TRAGÉDIA EM PORTO MURTINHO

Buscas por desaparecidos são retomadas no rio Paraguai

28 setembro 2014 - 10h08

G1 MS

Foram retomadas, no início da manhã deste domingo, as buscas pelos três desaparecidos que estavam a bordo do barco-hotel que naufragou na quarta-feira (24) no rio Paraguai, em Porto Murtinho, a 443 km de Campo Grande. Equipes do Corpo de Bombeiros, Marinha, Exército, policiais Civil e Militar ajudam nos trabalhos. Até o momento 11 corpos foram encontrados.

Segundo o Corpo de Bombeiros, neste domingo mergulhadores brasileiros não devem realizar buscas dentro do rio, em razão da condição e localização da embarcação oferecer risco aos profissionais. O trabalho deverá ser realizado apenas na superfície ao longo do rio.

Segundo o capitão-tenente da Agência Fluvial de Porto Murtinho, Alexandre Brandão da Silva, a embarcação paraguaia só deve ser retirada do rio após autorização da empresa proprietária do barco. Após isso, a remoção deve ser feita pela Armada Paraguaia.

Decreto de emergência

No início da noite de quinta-feira (25), o prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda, assinou o pedido de decreto de emergência por conta dos prejuízos causados pelo temporal que atingiu a cidade na última quarta-feira (24). O pedido será mandado para governo estado e, se necessário, para o Ministério da Defesa.

Tornado

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirma que é possível que um tornado tenha atingido a cidade. A meteorologista Neide Oliveira, do Inmet, disse ao G1 que não pode confirmar a passagem do tornado pela cidade porque precisaria avaliar os danos causados pelo fenômeno, mas não descarta a possibilidade.

"Não se pode falar que é tornado simplesmente pela velocidade. Era uma área de instabilidade forte e a região, a cidade, estava com temperaturas muito altas, havia transporte de umidade da Amazônia e mais a frente fria que estava no Paraguai e sul do Brasil, juntou tudo isso e intensificou esse sistema e não se descarta essa possibilidade de tornado", afirmou.

A especialista afirmou ainda que o mesmo sistema que atuou em Mato Grosso do Sul também atingiu o oeste de São Paulo, mas com ventos em menor velocidade. "Então para afirmar que foi um tornado precisava analisar a imagem [do fenômeno]", concluiu.

Acidente

O naufrágio do barco-hotel aconteceu na tarde de quarta-feira (24), quando os turistas retornavam do último dia de pesca. Há poucos minutos de atracar, a aproximadamente 100 metros do cais, a embarcação foi atingida por um tornado e virou.

O acidente por volta das 17h30 (de MS), quando ventos chegaram a 93 km por hora no município. Segundo boletim de ocorrência da Polícia Civil, o barco-hotel se chamava “Sonho do Pantanal”.
Este é o segundo naufrágio em dois dias no rio Paraguai em Mato Grosso do Sul. Na terça-feira (23), uma embarcação da Armada Oficial Boliviana naufragou com 29 pessoas a bordo. Dois corpos foram encontrados.

Prejuízos

O temporal também causou danos na área urbana do município. Imóveis foram destelhados e árvores derrubadas.

O comerciante Francisco Farias Filho, de 48 anos, conta que o treiller dele tombou. "Foi um susto, foi um vento muito forte, por poucos minutos, mas muito forte".

Antônio Ruiz, de 54 anos, repórter cinematográfico, fala que o vendaval foi rápido e forte."Em três minutos, destelhou casas, derrubou árvores. Eu estava em casa, minha casa é de madeira, tremeu tudo".

Nelson Figueiredo, militar aposentado de 60 anos, se assustou. "Estava assistindo televisão, escutei o barulho e quando vi já estava tudo destelhado. Tudo no chão. Fiquei com medo pela minhas netas, que estavam em casa".

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega paga prêmio de R$ 23,5 milhões neste sábado
Lar Ebenezer promove primeiro 'Pirão Beneficente' neste domingo
DOURADOS
Lar Ebenezer promove primeiro 'Pirão Beneficente' neste domingo
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
POLO INDUSTRIAL
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
"Viradão" da vacina atinge cinco grupos e quer aplicar 7 mil doses contra Covid em 24h
DOURADOS
"Viradão" da vacina atinge cinco grupos e quer aplicar 7 mil doses contra Covid em 24h
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
CAPITAL
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
TELEFONIA
Governo edita decretos para tentar destravar licitação do 5G
Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal

Mais Lidas

DOURADOS
Morto durante o trabalho em fazenda tinha 26 anos
ACIDENTE DE TRABALHO
Maquinário cai e mata trabalhador em fazenda entre Dourados e Itahum
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
REGIÃO
Casal precisa ser socorrido após carro quase ser "engolido" pela chuva