Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
QUEIMADAS

Bombeiros resgatam ribeirinhos durante combate a incêndios no Amolar

22 setembro 2020 - 18h50Por Da Redação

Bombeiros de Mato Grosso do Sul e do Paraná resgataram sete ribeirinhos que vivem na região da Serra do Amolar, no Pantanal ao Norte de Corumbá, durante combate a um grande incêndio florestal que ocorre na região desde segunda-feira, dia 21 de setembro. O forte vento deslocou o fogo em direção à comunidade ribeirinha da Serra Negra, situada ao lado da reserva Novos Dourados, e a pronta ação dos bombeiros conseguiu retirar as pessoas, algumas idosas.

A região do Amolar, situada na divisa com Mato Grosso, concentra atualmente os focos de calor em Mato Grosso do Sul. Os incêndios ocorrem nas margens do Rio Paraguai, entre a serra e a comunidade da Barra do São Lourenço, situada no limite com o Parque Nacional do Pantanal. Os bombeiros – seis do Paraná e de Mato Grosso do Sul - percorreram de barco mais de 200 quilômetros, a partir de Corumbá, para chegar à área atingida pelo fogo.

A operação, iniciada na tarde de segunda-feira (21), é coordenada pelo tenente paranaense Pedro Rocha de Faria. Ele informou que a situação estava sem controle: “o fogo avançou sobre as casas, com o vento forte espalhando fagulhas e contribuindo para que as chamas cruzassem o rio, apesar de sua largura”. Na noite de segunda-feira, o risco de atingir as casas foi eliminado com trabalho de aceiro e resfriamento da área com uso de motobombas.

Combate terá reforço

Segundo relatos do tenente, foram resgatadas sete pessoas de três casas, durante a noite, e levadas para a escola municipal que funciona na comunidade da Barra do São Lourenço, rio acima. “Algumas as pessoas não queriam sair de suas casas, mas o risco iminente de o fogo atingir as casas as obrigou a procurar abrigo, retornando depois que conseguimos debelaras chamas”, explicou. “O vento muda constantemente a direção do fogo.”

A tenente paranaense Luisiana Guimarães segue amanhã para a região com mais uma equipe de sete bombeiros para reforçar o combate aos incêndios, que continuam se propagando na região. Os bombeiros que se encontram no Amolar estiveram na frente do fogo nesta terça-feira, quando resgataram uma senhora e seu filho que vivem na beira do Rio Paraguai. A viagem de barco de Corumbá à região dura cerca de seis horas devido a sinuosidade do rio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aumento de temperatura pode chegar a 2,7 graus no século, alerta ONU
INTERNACIONAL
Aumento de temperatura pode chegar a 2,7 graus no século, alerta ONU
Guarda de Dourados recupera moto furtada na fronteira
POLÍCIA
Guarda de Dourados recupera moto furtada na fronteira
OPORTUNIDADE
Mestrado Acadêmico em Letras da UEMS de Campo Grande esta com inscrições para alunos regulares
Mulher causa confusão em bar, corta os punhos, joga sangue em policiais e vai presa
CASSILÂNDIA
Mulher causa confusão em bar, corta os punhos, joga sangue em policiais e vai presa
Governo abre processo seletivo para contratar analista previdenciário com salário de R$ 4,1 mil
OPORTUNIDADE
Governo abre processo seletivo para contratar analista previdenciário com salário de R$ 4,1 mil
BRASIL
Presidente do TSE volta a defender regulamentação de redes sociais
TRÁFICO
Guarda encontra droga em terreno próximo a Via Parque em Dourados
MS-080
Homem morre após capotar caminhonete e ser arremessado a 10 metros
CASSILÂNDIA
Homem agride esposa, furta itens da casa dela para comprar drogas e vai preso
HOSPITALIZAÇÕES
Estado notificou 103 casos de síndrome respiratória aguda grave na semana

Mais Lidas

CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
DOURADOS
Namorada posta 'status' de jovem com arma, polícia rastreia carro e prende rapaz
DOURADOS
Três vias de Dourados passam a ser "mão única"
DOURADOS
Mulher "roleta" Weimar, causa acidente e deixa motociclista ferido gravemente