quinta, 26 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
GERAL

Bancário é denunciada por coagir idosa a quitar empréstimo

13 maio 2022 - 21h35Por Da Redação

Quitação antecipada de um empréstimo na manhã desta sexta-feira, dia 13 de maio, em uma agência bancária no Centro de Campo Grande, acabou virando caso de polícia. Funcionária passa a ser investigada por crime contra o consumidor, por suspeita de coagir uma idosa de 61 anos a fazer o pagamento, sem saber do que se tratava.

Na delegacia, foi esclarecido que a Polícia Militar foi acionada ao banco por uma suposta prática de estelionato. Segundo o site Midiamax, o filho da cliente contou que a mãe foi até a agência para desbloquear o cartão, quando ela foi induzida por uma funcionária a quitar uma dívida.

No entanto, a dívida não estava atrasada, já que as parcelas deste empréstimo eram descontadas regularmente. Assim, foram retirados da conta da idosa R$ 3.068,44, referentes à quitação antecipada do empréstimo.

Ainda conforme o filho da cliente, ela é analfabeta e não entende o que foi feito, sendo que a ação deveria ter sido realizada na presença de testemunhas ou parentes da vítima. Ele acredita que a mãe foi coagida a fazer a operação e tentou resolver o problema no banco posteriormente.

Apesar disso, teria sido mal atendido pela funcionária. Ele então acionou o advogado, que solicitou cópia do contrato e os valores debitados ao banco. Segundo o advogado, os documentos fornecidos estão fora dos padrões da lei, sendo que não há assinatura de testemunhas.

Os policiais militares tentaram mediar um acordo entre as partes, mas isso não aconteceu. Os envolvidos então foram até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde o caso foi registrado.

Quitou empréstimo sem saber

Ao Midiamax, o filho da vítima contou que a idosa fez o empréstimo de pouco mais de R$ 3 mil na agência e, depois, fez outro empréstimo em outro banco, no valor de R$ 15 mil. O cartão dela acabou bloqueado, por isso ela foi até a agência para tentar resolver, quando acabou quitando o empréstimo antecipadamente, sem saber.

Ele ainda relatou que a mãe recebe R$ 1,2 mil mensais e que pagava R$ 300 de parcela pelo empréstimo na agência em que teve o problema. A funcionária é investigada por fazer afirmação falsa ou enganosa, ou omitir informação relevante sobre a natureza, característica, qualidade, quantidade, segurança, desempenho, durabilidade, preço ou garantia de produtos ou serviços.

O crime está previsto no artigo 66 do Código de Defesa do Consumidor, com pena de detenção de três meses a um ano e multa. Em caso de crime culposo, quando não há intenção, a pena vai de um a 6 meses ou multa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Câmera de segurança flagra atropelamento no Água Boa; assista ao vídeo
DOURADOS

Câmera de segurança flagra atropelamento no Água Boa; assista ao vídeo

"Engordei o sol noturno" será lançado nesta sexta em Dourados
LITERATURA

"Engordei o sol noturno" será lançado nesta sexta em Dourados

Motociclista é atropelada ao 'roletar' cruzamento no Água Boa
DOURADOS

Motociclista é atropelada ao 'roletar' cruzamento no Água Boa

Menores são encaminhados para delegacia após serem flagrados com drogas
POLICIAMENTO

Menores são encaminhados para delegacia após serem flagrados com drogas

Senado aprova MP que estabelece salário mínimo de R$ 1.212
ECONOMIA

Senado aprova MP que estabelece salário mínimo de R$ 1.212

REGIÃO

Quatro foragidos são recapturados durante ações policiais

BRASIL

Aduems se mobiliza contra a cobrança de mensalidade em universidade pública

REGIÃO

Empresária tem conta bancária invadida e prejuízo ultrapassa R$ 70 mil

SETE QUEDAS

Neno Razuk solicita Centro de atendimento ao trabalhador

DOURADOS

Campanha Inverno Solidário segue arrecadando agasalho e cobertores

Mais Lidas

CAARAPÓ

Grávida morta com tiro na cabeça foi assassinada pelo próprio irmão

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

BR-163

Acidente mata motociclista e passageiro em estado grave é trazido para Dourados

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista