Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
AGILIDADE

Alerta de desastres chegarão a sul-mato-grossenses via SMS a partir de janeiro

17 novembro 2017 - 16h50

A partir do dia 15 de janeiro de 2018, os sul-mato-grossenses passarão a receber alertas de desastres naturais via SMS. O prazo foi divulgado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), que atuará em parceria com a Defesa Civil. O serviço visa agilizar medidas preventivas que garantam a segurança da população.

“O cidadão comum vai receber onde estiver os alertas que nós recebemos e repassamos às coordenadorias municipais para depois chegar à sociedade. Com essa diminuição no tempo dos avisos, quem estiver em áreas de risco já poderá tomar as medidas preventivas”, explica o tenente-coronel Fábio Catarinelli, coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual. 

Conforme o Cenad, as mensagens serão enviadas assim que identificadas situações de risco que possam acarretar desastres naturais. “Atualmente essas informações já estão disponíveis, mas o cidadão tem que buscar na internet. Com o serviço as receberá diretamente no telefone, o que vai ajudar a tomar desde providências mínimas como tirar uma roupa do varal a medidas mais intensas como recolher os animais que estejam no campo”, detalha Catarinelli, sobre a utilidade da medida na rotina da população.

Para ter acesso aos alertas via celular, basta responder ao SMS que será enviado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a partir de 15 de janeiro. A mensagem terá o seguinte conteúdo: “Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse”.

Ao receber a mensagem e responder com o CEP, o cidadão estará apto a receber os alertas e poderá, inclusive, cadastrar mais de um endereço para notificação, podendo descontinuar os avisos quando quiser. 

Integração

Com sistema semelhante operando em mais de 20 países, os alertas via SMS tiveram início no Brasil em fevereiro deste ano com projeto-piloto em 20 municípios de Santa Catarina. No mês de junho, cinco cidades do Paraná passaram a ser atendidas. Em São Paulo, os alertas entraram em funcionamento nesta quinta-feira (16.11).

A próxima etapa de funcionamento está marcada para 18 de dezembro e inclui Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Mato Grosso do Sul está incluído no terceiro grupo, que inclui Goiás e Minas Gerais.  A previsão do Cenad é que até 19 de março do próximo ano todos os estados brasileiros tenham acesso ao serviço.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Apesar da chuva, falta de água continua e governo decreta situação de emergência
DOURADOS
Audiência na quarta-feira define rumo de julgamento sobre assassinato no shopping
DOURADOS
Orçamento para Saúde e Educação em 2021 supera meio bilhão de reais
BRASIL
Bolsonaro participa da abertura de fórum econômico com países árabes
PEDESTRIANISMO
Douradense conquista Estadual de atletismo em duas categorias
RIBAS DO RIO PARDO
Após denúncia, ‘boca de fumo’ é fechada e mulher presa
PANDEMIA
Dourados se aproxima de 7,5 mil recuperados do coronavírus
CONTRABANDO
Polícia apreende seis veículos com produtos ilegais avaliados em R$ 235 mil
SAÚDE
Sanesul amplia rede de esgotamento sanitário de Três Lagoas
TRÁFICO DE DROGAS
Veículo é apreendido com mais de 300 kg de maconha na região de Eldorado

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
CAMPO GRANDE
Mulher fica ferida após panela de pressão explodir em loja