domingo, 26 de maio de 2024
Dourados
13ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
PRODUTORES

Agraer vai comprar mais de 60 mil mudas de erva-mate para distribuição

25 abril 2024 - 07h04Por Redação

A um passo para o desenvolvimento da cadeia da erva-mate em Mato Grosso do Sul foi dado. A Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) publicou, nesta quarta-feira (24), edital para compra de 60 mil mudas de erva-mate que serão distribuídas entre pequenos produtores rurais assistidos pelo órgão.

O valor foi orçado em R$ 130,2 mil. Os recursos serão pagos mediante convênios com o Governo Federal.

As mudas serão destinadas a agricultores familiares da região sul do Estado, nos municípios de Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Iguatemi, Japorã, Laguna Carapã, Paranhos, Tacuru e duas em Ponta Porã, uma delas no Assentamento Itamarati.

Conforme levantamento prévio realizado pela Agraer, em todas essas cidades uma parcela importante da economia está centrada em pequenas propriedades rurais.

Retomada

Apesar do seu valor histórico, social e econômico, a produção de erva-mate tem decrescido em Mato Grosso do Sul ao longo dos anos. O Estado que chegou a ocupar o topo do ranking nacional da produção na época da Companhia Mate Laranjeira, hoje apresenta a menor produção nacional, importando 90% de todo o produto consumido pelos sul-mato-grossenses.

Originalmente, a exploração dessa cultura pela empresa e pelos ervateiros locais se dava pelo extrativismo, ou seja, coletando as folhas das árvores naturalmente presentes na paisagem local. Com o passar do tempo, essas vegetações nativas deram lugar a outras formas de exploração produtiva por ser considerada economicamente menos viável em comparação com outros plantios.

A Agraer aposta na agricultura familiar para que o produto pode ter seu status de “ouro verde” restituído. Por serem propriedades pequenas, onde as monoculturas muitas vezes são inviáveis, o plantio da erva-mate aliado à necessidade ditada pelo consumo cultural local torna a atividade promissora.

Nesse sentido, o projeto relacionado ao edital desta quarta-feira é apenas uma das iniciativas do órgão voltadas ao setor. Existem outras iniciativas, especialmente pesquisas, para impulsionar o plantio e a produção.

Entre elas, cabe destacar o estudo financiado pela Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul) que visa estabelecer um “manual de plantio” da erva-mate.

Atualmente não há dados específicos a respeito do plantio de erva-mate em Mato Grosso do Sul. Sabe-se apenas que está concentrada principalmente em pequenas propriedades na região sul do Estado que contemplam apenas 10% da necessidade das indústrias ervateiras regionais. O restante é importado do Paraguai, Argentina e de estados da região sul do Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUL DO PAÍS

Vale do Taquari: Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias

BRASIL

Novos títulos verdes financiarão economia circular e saneamento

MATO GROSSO DO SUL

Chefes de unidades de investigação de homicídios debatem índice nacional em reunião

RIO GRANDE DO SUL

Prefeitura usa sacos para fechar comportas danificadas em Porto Alegre

SAÚDE

UTIs vão reforçar hospitais de campanha no Rio Grande do Sul

MATO GROSSO DO SUL

Mulher que usou espingarda de pressão para machucar cachorro é presa

BRASIL

Saúde lança nova campanha de vacinação contra covid-19

ARTIGO

A exploração política de uma tragédia...

POLÍCIA

Animais em situação de maus tratos são resgatados em Corumbá

ESPORTE

Brasil encerra Mundial de Atletismo com mais seis medalhas

Mais Lidas

'SEGURANÇA LEGAL'

Empresas clandestinas de segurança são alvos de Operação da Polícia Federal em MS

DOURADOS 

Alerta de Frio: Temperaturas em Dourados devem cair no final de semana

NOVIDADE

Dourados poderá ter corredor gastronômico na avenida Weimar Torres

TEMPO

Inmet divulga alerta de tempestade para Dourados e região