Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
OUVIDORIAS

Agepan e Sanesul discutem agilização no atendimento aos clientes da estatal

08 fevereiro 2020 - 12h12Por Da Redação

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) e a Ouvidoria da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), pretendem trabalhar de forma articulada para que as reclamações do cliente da estatal sejam solucionadas com rapidez. O assunto foi discutido em reunião realizada nesta semana entre os representantes dos órgãos. Uma das propostas é de que a queixa do consumidor seja resolvida no momento em que ele entra em contato com o call center da empresa de saneamento, pois isso torna mais ágil o trâmite da solicitação e mais eficiente o resultado para o usuário.

A ouvidora da Agepan, Cristiane Leite e a equipe do setor, apresentaram ao ouvidor Eder dos Santos a forma de trabalho da Agência Reguladora, seu papel na relação entre a prestadora de serviço e o consumidor, e modelos de fluxo de atendimento que têm bons resultados em outros serviços públicos regulados e que podem também ser adotados no saneamento.

“É muito importante ter bem definidos os protocolos de atendimento, com fluxo, prazos, para que o usuário tenha a respostas e, mais importante, a solução que precisa”, destacou a ouvidora. De acordo com Eder Santos, que há pouco tempo assumiu a titularidade da ouvidoria da empresa de saneamento, a intenção é aperfeiçoar cada vez mais a capacitação do pessoal de atendimento e buscar agilizar as respostas aos usuários. A Ouvidoria da empresa deverá encaminhar à Agência o detalhamento dos procedimentos e fluxos de atendimento desde o primeiro nível, no call center, até a finalização de uma solicitação que chega à Ouvidoria.

O diretor Valter Silva, que participou da reunião em nome da Diretoria Executiva da Agepan, reforçou a importância da atuação articulada da Agência e da operadora para identificar e corrigir eventuais inadequações observadas a partir de contatos de usuários. “As ouvidorias são canais essenciais para conhecer, analisar e ajustar processos que podem melhorar a prestação do serviço”, afirmou.

Os coordenadores das Câmaras Técnicas e de Regulação Econômica da Diretoria de Saneamento Básico, Leandro Caldo e Iara Marchioretto, também participaram da reunião, em que foram discutidos, ainda, alguns casos concretos em análise nesses setores.

Os ouvidores definiram a realização de reuniões periódicas trimestrais para troca de informações e verificação de resultados de procedimentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Marçal destina R$ 1,1 milhão em emendas para saúde de 10 cidades de MS
IMUNIZAÇÃO
Dourados terá três campanhas de vacinação em outubro
DOURADOS
Prefeitura prorroga vínculo com escritório contratado para auxiliar em licitações já anuladas
COMER BEM
Açaí Mr. Fit: sabor para todos os gostos
MAIS CARO
Preço do pão francês acumula alta de quase 8% no ano em MS
LEGISLATIVO DE MS
Assembleia mantém sessões remotas até 30 de outubro
BOA AÇÃO
Banda douradense faz live para ajudar criança com doença rara e degenerativa
SAÚDE & BEM - ESTAR
Exame oftalmológico é só com o médico oftalmologista!
ANGÉLICA
Polícia incinera mais de 1,7 tonelada de drogas
DOURADOS
Menor é flagrado com drogas e objetos suspeitos de serem produtos de furto

Mais Lidas

DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida
PARANÁ
Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal
PEDRO JUAN
Terror na fronteira: três veículos de luxo são incendiados em pontos distintos
PANDEMIA
Prefeitura e MPE entram em acordo para retorno das aulas presenciais na rede privada