Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE PÚBLICA

Ações de saúde levam prevenção ao câncer a homens e mulheres em situação de prisão da capital

02 dezembro 2019 - 12h50Por Da Redação

A carreta do Hospital de Amor de Campo Grande – filial do Hospital de Barretos – estacionou, na última sexta-feira (29.11), no Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ) para realizar exames de colo do útero e de mama a mulheres privadas de liberdade da capital. Além disso, foram coletadas amostras de sangue de internos do Instituto Penal de Campo Grande (IPCG) para a realização do exame de PSA, com o apoio do Hospital de Câncer “Alfredo Abrão”.

O objetivo da ação foi oferecer conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce e prevenção de diferentes tipos de câncer. Ao todo, foram realizados 40 preventivos, destinados a mulheres entre 25 e 65 anos, e 48 mamografias, para a faixa etária entre 40 a 69 anos.

A ação acontece por meio da parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Hospital do Câncer de Barretos e Instituto de Prevenção Antônio Morais dos Santos, e intermediada pela 50ª Promotoria de Justiça, representado pela promotora Renata Ruth Goya e pelo assessor do Governo do Estado, Cláudio Osório Machado.

Segundo a enfermeira técnica responsável pelos procedimentos, Esthefani Uchôa, os equipamentos utilizados são de última geração, inclusive a coleta do preventivo é feita com luz de LED, que detecta até o vírus HPV, o qual pode ocasionar câncer no colo do útero. Além disso, a carreta possui o mamógrafo avançado, que emite todos os resultados digitais.

Os laudos serão entregues em 60 dias para a unidade penal e, se caso tiver alguma alteração, as internas passarão por exames complementares e serão encaminhadas para as especialidades médicas necessárias.

Atuando na promotoria de Justiça responsável pelo sistema prisional da capital desde 2017, a promotora Renata Ruth Goya Marinho, destacou a evolução que a agência penitenciária alcançou nesse período. “A questão da prevenção do câncer é algo que vem acontecendo desde que entrei nesta promotoria e que verificamos a importância para as internas. Ações como a de hoje só acontece porque várias engrenagens funcionam, o papel de cada um é fundamental”, parabenizou.

Para a diretora do EPFIIZ em substituição legal, Célia Lino de Souza, toda ação que proporciona o acesso à saúde àquelas que estão privadas de liberdade é sempre muito bem-vinda, mesmo porque elas realmente necessitam desses cuidados essenciais. “Agradecemos o apoio da Agepen, parceiros e do Cope que realiza a segurança necessária para que esses atendimentos aconteçam”, afirmou.

Na opinião da reeducanda S.M.S.L., que realizou o exame de mamografia, essa foi uma ótima ação de prevenção. “Nos sentimos mais seguras em saber como realmente está nossa saúde e que estamos participando da campanha de prevenção contra o câncer”, relatou.

A segurança e acompanhamento de toda a ação foi realizada por agentes integrantes do Comando de Operações Penitenciárias (Cope) da Agepen.

O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, ressaltou o empenho de todos os envolvidos nesse projeto de prevenção ao câncer e reforçou que é através de parcerias como essas que o sistema penitenciário vai evoluir cada vez mais.

“Apoiamos todas as ações preventivas de saúde porque entendemos que esse é o melhor caminho para oportunizar um cumprimento de pena digno e humano, além de contribuir na redução de custos aos cofres públicos também”, disse o dirigente, ressaltando que atualmente existem diversas ações que o sistema prisional de MS é referência nacional, citando o monitoramento virtual eletrônico que será adotado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) como modelo para outros Estados.

Também participaram da solenidade de abertura dos trabalhos o diretor de Administração e Finanças, Rodrigo Rossi Maiorchini; o diretor de Operações, Acir Rodrigues; o chefe de Gabinete, Valdimir Ayala Castro; o chefe da Divisão de Ações de Segurança e Custódia, Alírio Francisco do Carmo; a chefe da Divisão de Assistência à Saúde Prisional, Maria de Lourdes Delgado Alves; além de agentes penitenciários e profissionais da saúde.

Instituto Penal

Para prevenir o câncer de próstata e como parte das ações da campanha do Novembro Azul, 179 reeducandos do IPCG acima de 50 anos realizaram a coleta de sangue para exames de PSA – para verificar a dosagem de uma proteína do sangue (Antígeno Prostático Específico), na última sexta-feira (29.11).

Como forma de dar continuidade no tratamento, os resultados serão entregues em até 15 dias e em caso de alteração, os reeducandos passarão por atendimento médico especializado e encaminhados para exames complementares.

Pesquisas específicas sobre prevenção de diferentes tipos de câncer revelam que cerca de 20% da possibilidade de incidência em uma pessoa está ligada a fatores genéticos. Dentre as dicas de prevenção ligadas a fatores externos estão alimentação saudável, ser fisicamente ativo, ir ao médico regularmente, realizar exames periódicos, evitar nicotina e hábitos degenerativos.

Durante a ação, o assessor do Governo do Estado, Cláudio Machado, reforçou que ações de prevenção são fundamentais para a saúde pública. “Muitas doenças têm grandes possibilidades de cura se detectáveis precocemente, então esse trabalho é muito importante e precisam ser estendidos a toda população, inclusive aos custodiados”, informou.

Ações como essas são coordenadas pela Diretoria de Assistência Penitenciária da Agepen, por meio da Divisão de Assistência à Saúde Prisional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Adolescente pilota moto embriagado e tio morre após queda na Coronel Ponciano
LOTERIAS
Mega-sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
DOURADOS
Polícia procura assassino de secretário de Agricultura Familiar de Dourados
EDUCAÇÃO
Com suspensão das aulas presenciais, Fundesporte garante cestas básicas a profissionais do Prodesc
FAKE NEWS
É preciso responsabilizar plataformas e financiadores de fake news, diz Maia
PANDEMIA
Brasil tem 1.577.004 casos de covid-19 diagnosticados
TV DOURADOS NEWS
PP apresenta Alan Guedes como pré-candidato a prefeito de Dourados
BRASIL
Consumidor poderá tirar dúvidas sobre valor cobrado na conta de luz
BRASIL
Decotelli atualiza o currículo e diz que foi ministro da Educação por seis dias
MS
Mais de 6,8 mil materiais produzidos nas mãos de reeducandos garantem maior proteção em atendimentos no HR

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta