Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
PARANAÍBA

Ação de improbidade administrativa contra ex-prefeito é ajuizada

28 agosto 2014 - 14h45

O ex-prefeito de Paranaíba, José Garcia de Freitas, tornou-se réu em ação de improbidade administrativa ajuizada pelo MPF/MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul). A Justiça Federal aceitou os argumentos do MPF, que apontou atitudes omissas do então prefeito na gestão de recursos do governo federal disponibilizados em 2009, o que inviabilizou a criação do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência.

Se condenado pela má conduta administrativa, José Garcia pode perder seus direitos políticos por até cinco anos, ficar impedido de contratar com o poder público por três anos, ser condenado a devolver aos cofres públicos o prejuízo causado à União e ter de pagar multa civil.

A instalação desse centro de referência surgiu do Pacto Nacional pelo Enfrentamento da Violência contra as Mulheres. Para aquisição de móveis, equipamentos e veículos para o centro, nove municípios do estado – dentre eles, Paranaíba – assinaram o Acordo de Cooperação Federativa. Ao município, ficou prevista a destinação de R$ 61 mil de recursos públicos. A única contrapartida da prefeitura seria a disponibilização de um imóvel e de servidores.

Os materiais e o veículo para o centro de referência foram adquiridos e entregues à prefeitura em 2011 mas o município não havia providenciado o imóvel nem os servidores. O então prefeito foi notificado três vezes, porém, permaneceu omisso e não cumpriu o acordo assinado. José Garcia afirmou que o quadro de funcionários estaria defasado para a criação do centro. Para o MPF, nada impedia o deslocamento temporário de servidores para atender a demanda.

Na visão do Ministério Público Federal, “fica evidente que o ex-prefeito deixou de praticar, indevidamente, atos de ofício, tratando-se não de uma mera omissão simples, ou isolada, mas sim de uma omissão qualificada, porque dolosa, duradoura, injustificada e decorrente do não cumprimento de obrigações espontaneamente assumidas pelo próprio obrigado”.

Os Centros

A construção dos Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, cuja instalação ficou inviabilizada em Paranaíba, faz parte do II Plano Nacional de Políticas para as Mulheres, instituído pelo Decreto nº 6.387 de 2008. O Acordo de Cooperação Federativo foi assinado com a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR) e com o governo do estado. Esses centros procuram promover a autonomia econômica e financeira das mulheres, a igualdade de gênero, o acesso à educação de qualidade e à saúde das mulheres.

Em Mato Grosso do Sul nove municípios, incluindo Paranaíba, firmaram acordo pela construção desses centros. Quase R$ 1 milhão foi disponibilizado para os municípios de MS. Só Paranaíba recebeu R$61.445,46. Desse montante, R$ 32 mil foram utilizados para a compra de um veículo e R$ 29.445,46 para a compra de móveis e equipamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
CAPITAL
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
TELEFONIA
Governo edita decretos para tentar destravar licitação do 5G
Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal
FOGO AMIGO
Militar baleado ao defender mulher na rua recebe alta de hospital
ESPORTE
Dourados enfrenta Miranda na semifinal da Copa Morena neste sábado
PARAGUAI
Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
EDUCAÇÃO
UEMS regulamenta retomada gradual das atividades presenciais

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central