Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Acadêmicos fazem campanha sobre o exame preventivo feminino

01 setembro 2014 - 17h35

Mulheres com idade entre 28 e 58 anos do Jardim Santo André estão recebendo orientações e realizando o exame preventivo de colo uterino durante campanha realizada por acadêmicas do 8º semestre de Enfermagem da Unigran. Mais conhecido como Papanicolau, o exame detecta diversas doenças como, por exemplo, o câncer do colo do útero.

Primeiro, o grupo de estudantes fizeram visitas nas casas, juntamente com as agentes de saúde do PS, convidando as mulheres para participar das orientações e fazer o exame. No Posto de Saúde, os acadêmicos fizeram as orientações sobre a coleta do preventivo, tiraram dúvidas, foi feita uma ficha para coletar dados sobre a vida pessoal das pacientes e as mulheres foram encaminhadas para coleta.
Conforme o professor de estágio supervisionado de Administração em Saúde Pública, Marcelo Aparecido de Oliveira, estão sendo atendidas em média 60 mulheres. “As acadêmicas fazem a coleta junto com duas enfermeiras do Posto e com a professora da Unigran e enfermeira Bruna Carolina Chanfrin. Queremos trabalhar a conscientização para prevenção de uma possível complicação sobre o colo do útero”, esclarece.

“Precisamos destacar a importância desse exame e também a complicação de um possível câncer, já que o público feminino é um grupo que tem um dos maiores números de complicações voltadas ao câncer”, afirma o professor. O Ministério da Saúde recomenda fazer o exame mulheres entre 25 a 60 anos, “porém hoje em dia, as relações sexuais iniciam-se mais cedo, então se recomenda realizar o exame quando tem uma vida sexual ativa. O exame é rápido e indolor”.

A dona de casa Marilei Nardoni, 56 anos, recebeu a visita das alunas e foi fazer o exame no Posto de Saúde. “Eu vim fazer a coleta porque é importante para prevenir as doenças, ainda mais na idade que a gente está. Foi maravilhoso, pois fui rapidamente atendida, todos muito educados e atenciosos”, menciona.

Para a acadêmica de Enfermagem Mariana Mendes Gelamo, organizar a campanha é uma oportunidade única. “Será uma experiência que vou levar para sempre comigo. Vai contribuir muito na minha formação profissional. E essa é uma orientação para as mulheres estarem se cuidando melhor, isso é um importante princípio da Saúde da Mulher”, ressalta.

Depois de feita a coleta, as pacientes aguardam o resultado do exame e buscam na unidade para saber se houve alguma alteração. Vale ressaltar que toda mulher deve sempre procurar um médico ginecologista ou o Posto de Saúde mais próximo para coleta de preventivo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
REGIÃO
Mais Social: beneficiários já podem utilizar créditos nesta terça-feira
Mulher finge dormir e flagra marido estuprando neta de 9 anos
ESTADOS UNIDOS
Presidente Bolsonaro se reúne com primeiro-ministro britânico nos EUA
PEDRO JUAN
Irmãos executados na fronteira foram vítimas de fugitivo de presídio
DOURADOS
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina