Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397
JUSTIÇA

À espera de teste de insanidade, assassina de chargista continua presa

08 abril 2021 - 08h16Por Da Redação

O juiz Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, manteve em decisão desta quarta-feira, dia 07 de abril, a prisão de Clarice Silvestre de Azevedo, de 44 anos, assassina confessa do chargista Marco Antônio Rosa Borges, de 54 anos. O crime aconteceu em 21 de novembro do ano passado em Campo Grande. A ré está presa há quase 4 meses.

Garcete oficializou a manutenção de Clarice encarcerada ao fim de audiência para ouvir testemunhas do caso nesta tarde. Durante a sessão, feita por videoconferência, o defensor da ré, Gustavo Pinheiro, informou que ela vai passar na próxima semana por exame psicológico, como parte do incidente de insanidade mental apresentado ao processo, e que corre à parte, em sigilo.

Segun do o site Campo Grande News, na audiência de ontem, para ouvir a acusação, prestaram depoimento pessoas, entre parentes e amigos da vítima, além do delegado responsável pela investigação, Carlos Delano, titular da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios).

Clarice assistiu a tudo por vídeo. Ela está no presídio Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande, em cumprimento a prisão preventiva.

Em geral, as testemunhas confirmaram a versão já relatada sobre o ocorrido, de que a mulher matou o chargista em um acesso de raiva, a facadas. Ela afirma ter sido agredida com um tapa durante discussão. Segundo sua versão,  a vítima caiu de escada na casa dela, onde também fazia serviço de massoterapia, no Bairro Monte Castelo.

Existia suspeita de que ela o tivesse atacado na cama, mas a perícia no local, a partir dos vestígios de sangue, foi inconclusiva sobre isso.

No inquérito, corroborado pelos testemunhos de hoje, a ação criminosa de Clarice é relacionada à vontade não correspondida de fixar relacionamento amoroso com o chargista, que passou de cliente a amante.

Os parentes dele ouvidos, entre eles um irmão e um filho, deram a entender que o chargista não queria isso.

O crime

Clarice foi presa no dia 24. Confessou ter esfaqueado Marcos, esquartejado o corpo, colocado em uma mala e ateado fogo ao cadáver, jogando em um terreno baldio. Para isso, teve ajuda do filho, João Victor Silvestre de Azevedo Leite, de 21 anos.

Depois, chegou a marcar para ir na delegacia, mas acabou não comparecendo. Na segunda-feira após o assassinato, se apresento à Polícia Militar em São Gabriel do Oeste, de onde foi trazida para Campo Grande.

A sequência do processo foi marcada para 17 de maio, quando serão ouvidas as testemunhas da defesa. Nessa data, também está marcado o interrogatório dos dois réus.

Clarice é acusada de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. O filho dela por ocultação de cadáver.

Depois de ouvir as testemunhas e as manifestações finais da defesa e acusação, o magistrado vai decidir se existe materialidade e indícios suficientes para que ela vá ao júri. A decisão sobre a insanidade mental influencia no andamento, mas não significa que a ré será liberada, pois conforme resultado, pode ser decretada medida restritiva de liberdade para tratamento em ambiente fechado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em mais um ciclo de Colações Virtuais, UEMS forma 280 profissionais
EDUCAÇÃO
Em mais um ciclo de Colações Virtuais, UEMS forma 280 profissionais
Família aciona polícia após mulher morrer com traqueia perfurada
Com 100% dos leitos ocupados, Dourados tem 16 pacientes na lista de espera por UTI Covid
PANDEMIA
Com 100% dos leitos ocupados, Dourados tem 16 pacientes na lista de espera por UTI Covid
Homem dá tapa no rosto de esposa e a faz descer do carro com a filha
Prefeitura prorroga medidas restritivas contra a Covid e mantém 'lei seca' após as 21h
DOURADOS
Prefeitura prorroga medidas restritivas contra a Covid e mantém 'lei seca' após as 21h
LAGUNA CARAPÃ
Três veículos com produtos de descaminho são apreendidos em rota de contrabando
FERIADÃO
Comarca de Miranda não terá expediente entre hoje e quarta
BRASIL
Após uma semana, vacinação contra gripe atinge 1,8% do público-alvo
REGIÃO
Trabalhadores rurais encontram corpo carbonizado às margens da BR-163
BR-463
Veículo furtado em São Paulo é recuperado pela polícia

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto