Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
ESPECIAL

150 anos da Retirada da Laguna serão lembrados com programação especial

13 novembro 2015 - 20h20

Um ciclo de palestras nos próximos dias 24 e 25 marcará a abertura das atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna, episódio da Guerra da Tríplice Aliança. O primeiro seminário será sobre o Forte Coimbra e será realizado simultaneamente em Aquidauana e Campo Grande.

O anúncio foi feito durante a 2° reunião preparatória para as atividades alusivas aos 150 anos realizada na tarde de quinta-feira (12) no Museu da Imagem e do Som, na Capital.

Estiveram presentes a reunião representantes do Comando Militar do Oeste, das Universidades, do Instituto Geográfico e Histórico de MS, do Iphan, das prefeituras dos municípios envolvidos, do Sebrae, além dos superintendentes de cultura, de turismo e de economia criativa da Sectei e da Fundação de Turismo e do secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação do Estado, Athayde Nery, que deu as boas vindas a todos os presentes.

“Esses feitos históricos não se apagam jamais. Temos que elucidar a história e passar isso para as futuras gerações e só conseguiremos isso através de eventos como esse que estamos programando”.

O secretário Athayde Nery manifestou a vontade de realizar em Campo Grande, no Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho, a “Semana da retirada da Laguna”, que também seria marcada por diversas atividades culturais na Capital do Estado que referenciassem o fato histórico. A Secretaria de Cultura do Estado também deverá firmar um convênio com o CMO para a instalação de marcos históricos nos principais pontos de batalhas durante o conflito. No total serão colocados 117 marcos.

Também presente a reunião o Capitão Krugerson Matos, um estudioso da Guerra da Tríplice Aliança, deu uma verdadeira aula de história para os presentes. Essa é a segunda reunião realizada pelo grupo. A primeira aconteceu em Nioaque no mês de setembro.

E o próximo encontro já tem data marcada – será no dia 18 de fevereiro de 2016 quando novamente as entidades de cunho artísticos, culturais, políticos, militares e civis, tanto da esfera federal, quanto das esferas estadual e dos municípios que compõem a região palco do importante episódio ocorrido na Guerra do Paraguai voltarão a se encontrar para novos encaminhamentos da programação que referenciará os heróis da Guerra da Tríplice Aliança.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura libera boliche, solenidades públicas e feira no Parque dos Ipês
PANDEMIA
Prefeitura libera boliche, solenidades públicas e feira no Parque dos Ipês
SAÚDE
Sociedades médicas se reúnem para congresso de câncer de pele em abril
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
DOURADOS
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
Locais de prova do vestibular da UFGD é atualizado
EDUCAÇÃO
Locais de prova do vestibular da UFGD é atualizado
Tereza Cristina diz que transformação digital deve inserir agronegócio
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA
Tereza Cristina diz que transformação digital deve inserir agronegócio
MATO GROSSO DO SUL
No presídio de MS, reeducandos estão confeccionando o próprio uniforme
LEGISLATIVO
Selo verde para produtos com boa procedência ambiental pode ser criado
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto proíbe partido de escolher em convenção candidato inelegível
CIÊNCIAS HUMANAS
Uems de Amambai oferta 40 vagas em dois cursos
ECONOMIA
Dólar fecha em alta com tensão externa

Mais Lidas

ACIDENTES
Trânsito de Dourados faz terceira vítima fatal no ano, todas motociclistas
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
BR-276
Carreta com quase dez toneladas de maconha é apreendida em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro