Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Chuvas danificaram estradas e derrubaram pontes em Tacuru

06 janeiro 2004 - 08h16

As fortes chuvas que caíram na região de Tacuru no decorrer do mês de dezembro acabaram causando grandes prejuízos, danificando estradas, derrubando pontes e dificultado a vida dos produtores rurais da região. Pelo menos duas pontes que facilitavam o acesso da população rural a cidade acabou sendo levada pelas águas. A situação mais grave foi registrada com a queda da ponte sobre o córrego “Guapei”, distante cerca de 3 quilômetros da cidade e único elo de ligação entre Tacuru e uma região com várias fazendas, muitas delas, com plantações de soja, que ficaram praticamente isoladas e os produtores, que antes teriam que andar cerca de 10 quilômetros para chegar a Tacuru agora tem que fazer uma volta de aproximadamente 100 quilômetros de distância.Outra ponte que acabou cedendo com a força das águias foi a primeira das várias pontes da estrada vicinal de acesso a Aldeia Jaguapiré, que liga a Rodovia MS 295 entre Tacuru e Iguatemi a MS 160 entre Tacuru e Sete Quedas. Com as fortes chuvas a ponte acabou cedendo e impedindo a passagem, obrigando os moradores daquela região, que é composta por pecuária e fazendas de cultivo de soja, a improvisar um desvio de aproximadamente 800 metros pela cabeceira de um banhado, que quando chove fica alagado e torna praticamente impossível trânsito de veículos, obrigando os moradores da região a fazerem uma volta que prolonga a viagem em mais de 50 quilômetros, prejudicando, também a entrada de equipamentos para manutenção da agricultura e a coleta do leite por parte dos veículos dos laticínios.Na manhã de ontem, segunda-feira, o Diretor Regional da Agesul, residência de Amambai, José Aparecido Aguiar, informou que o prefeito, Valter Guandaline entrou com pedido de liberação de recursos junto ao órgão para a recuperação de seis pontes danificadas pelas chuvas no município de Tacuru e o Fundersul já liberou recursos para a reconstrução de três delas, inclusive com dispensa de licitação por parte do Tribunal de Contas do Estado, por se tratar de obra urgente, e as empreiteiras já estão autorizadas a executar os trabalhos de reconstrução, que devem começar a qualquer momento.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOF
Quatro veículos com cigarros que vinham para Dourados são apreendidos
UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde abre inscrições a aluno especial e vinculado
POLÍCIA
‘Vou te matar na frente do seu filho’: Homem suspeita de traição e ameaça cunhado
JUDICIÁRIO
PGR recorre da decisão de Fachin que derrubou acesso a dados da Lava Jato
CAMPO GRANDE
Namorados que morreram em acidente trocavam juras de amor pela internet
INTERNACIONAL
Avião se parte em dois durante pouso na Índia e deixa 17 mortos
CAPITAL
Fogo se alastra para terrenos vizinhos depois de queimar 80 carros
EaD/UEMS
Inscrições para seleção de professores para graduação vão até 21 de agosto
COXIM
Caminhão tomba, uma pessoa morre e outra é socorrida em estado grave
Casa da Acolhida serve café da manhã em comemoração ao Dia dos Pais

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados registra mais três óbitos por coronavírus; um deles é de outro município
DOURADOS
Guardas capturam foragido da justiça próximo a residenciais de luxo
INVESTIGAÇÕES
Polícia desarticula quadrilha responsável por furtos e tentativa de homicídio em Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia prende dupla que contratou guincho para carregar veículo com drogas