Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Chuvas comprometem estradas rurais de Bandeirantes

25 janeiro 2010 - 17h00

As intensas chuvas que banharam o município de Bandeirantes durante todo o mês de janeiro, além de causar alagamento ou excesso de umidade em áreas de plantio, prejudicam o escoamento da produção agropecuária e o transporte escolar.

Além dos produtores de grãos, os agropecuaristas também enfrentam dificuldades para o transporte diário do leite. "Até para fazer a ordenha do leite no curral está ruim porque tudo muito úmido" observa um produtor rural. Os animais ficam sujos, deslizam, caem e os trabalhadores enfrentam dificuldades na atividade.

Segundo o Secretário de Obras do município, Paulinho Kowalski, a secretaria está de plantão com suas máquinas atendendo pontos de emergência e produtores que trafegam diariamente pelas estradas vicinais, mas para o secretário, somente quando a chuva der trégua que as estradas vicinais poderão sofrer um reparo maior com patrolamento e cascalhamento. “Nossa maior preocupação agora o escoamento da safra e o transporte escolar”, disse.

Em reunião no último dia 21, na Assomasul – Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, os prefeitos, juntamente com a participação do governador André Puccinelli, decidiram adiar o início do ano letivo para o dia 18 de fevereiro em toda rede pública de Mato Grosso do Sul.

Os constantes temporais registrados quase que diariamente no Estado foram a “gota d’água” para o adiamento das aulas que deveriam ter início no dia 8 do próximo mês. A maioria dos prefeitos presentes à reunião reconheceu as dificuldades em começar as aulas na data prevista diante da situação das estradas vicinais, totalmente prejudicadas pelas tempestades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Aras se manifesta contra pedido para apreender celular de Bolsonaro
PANDEMIA
Novo coronavírus ainda não chegou aos distritos de Dourados
DOURADOS
Primeiro dia de barreira sanitária flagrou três suspeitos de coronavírus
ARTIGO
Home Office
COVID-19
MPE pede multa diária de R$ 30 mil ao município por falta de estudo epidemiológico de casal
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
APARECIDA DO TABOADO
Proprietário de fazenda é autuado em quase R$ 13 mil por exploração ilegal de madeira
DOURADOS
Na reta final, vacinação contra Influenza só atingiu meta em dois grupos até agora
SAÚDE PÚBLICA
Segundo do país em incidência, MS se aproxima de 60 mil notificações por dengue
ARQUITETURA & DESIGN
O sonho de toda mulher: o closet por Juliana Saraiva

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher