Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Certidões em MS já são emitidas conforme modelo nacional

15 janeiro 2010 - 08h45

Desde o dia 1º de janeiro de 2010, serventias extrajudiciais de todo o país passaram a adotar os novos modelos padronizados de certidões de nascimento, casamento e óbito. A medida, estabelecida por meio de Provimento nº 3 editado pela Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2009, visa evitar falsificações dos registros de nascimento, além de reduzir o número de crianças não registradas.

Os novos documentos possuem matrícula unificada, assim, é possível tirar segunda via da certidão de nascimento em municípios diferentes de onde a criança foi registrada e, até mesmo, em outros estados. No entanto, não é preciso solicitar um novo documento, para certidões emitidas até 31 de dezembro de 2009, isto porque elas continuarão valendo por tempo indeterminado.

Recentemente a Corregedoria do CNJ divulgou uma nota técnica salientando a obrigação das serventias extrajudiciais adotarem os novos modelos únicos e nacionais de certidões de nascimento, casamento e óbito. Além disso, a nota esclareceu as normas estabelecidas no provimento e também as punições as quais os registradores estarão sujeitos caso descumpram as novas regras. A medida foi originada após denúncias de descumprimento do provimento, em especial, no Estado da Bahia.

Conforme a Corregedoria-Geral de Justiça do TJMS, em Mato Grosso do Sul, desde que a norma foi editada, começou-se um trabalho de orientação e repasse de informações às serventias extrajudiciais do Estado quanto às alterações e adaptações necessárias. Esta ação foi intensificada no mês de dezembro, véspera das novas regras entrarem em funcionamento.

Quanto à fiscalização, a primeira correição no extrajudicial deste ano está marcada para o dia 18 janeiro nas Comarcas de Jardim e Bela Vista, sendo que em Bela Vista será feita a correição na sede da Comarca e também no município de Caracol. Pelas atividades desenvolvidas em 2009, a expectativa da Corregedoria é que a verificação in loco não apresente irregularidades quanto à emissão destas certidões padronizadas no Estado de MS.

Modelos - Os novos modelos dos documentos devem incluir na parte superior o número da matrícula de cada registrador adquirida na implantação do Cadastro de Cartórios Civis no país em agosto de 2009. Os seis primeiros números da matrícula correspondem ao Código Nacional da Serventia, e permitem a identificação imediata do cartório onde o documento foi emitido.

Os demais números trazem informações sobre o acervo, o tipo do livro de registro, o ano em que foi efetivado o registro do qual é extraída a certidão e o dígito verificador, que atesta a autenticidade do documento.

Para ampliar a segurança dos documentos, a Corregedoria Nacional de Justiça estabeleceu que eles podem ser emitidos utilizando-se papel de segurança ou papel com detalhes coloridos, gráficos, molduras e brasões. Mas, para evitar imposição de custos adicionais aos cartórios, essa regra não é obrigatória, devendo ser seguida pelos registradores se houver norma local para isso ou se o papel especial for fornecido sem ônus financeiros para os cartórios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Projeto MP-Social entrega 2.400 máscaras laváveis a entidades do município
MUNDO
Pessoas são mais importantes do que economia, diz Papa Francisco sobre pandemia
CAMPO GRANDE
Incêndio em apartamento com seis crianças começou com brincadeira de isqueiro
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Central de Atendimento à mulher registrou 1,3 milhão de chamadas em 2019
TRÁFICO DE DROGAS
Após tentativa de fuga, motorista é detido com 1,1 toneladas de maconha
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
CAMPO GRANDE
Funcionários da sede do Detran/MS passarão por testes rápidos do coronavírus
ECONOMIA
Governo atualiza programação orçamentária
ESPORTE
Em novo conceito, corrida de rua inicia nesta segunda-feira em MS
PANDEMIA
Mais dois municípios de MS entram na rota do coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos