quarta, 26 de janeiro de 2022
Dourados
39°max
27°min
Campo Grande
34°max
23°min
Três Lagoas
37°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Cavaleiro parte de Corumbá rumo à América do Norte

19 setembro 2003 - 07h11

O cavaleiro Edson Carvalho, conhecido como Edy Brazil, retomou nessa terça-feira, dia 16 de setembro, sua aventura internacional de percorrer as Américas a cavalo. Depois de passar cerca de seis meses em Corumbá/MS, com o objetivo de obter a documentação sanitária dos seus cavalos, Edy Brazil partiu às 8 horas, da Pousada do Cachimbo, localizada na Rua Alan Kardec, nº 4, no bairro Dom Bosco.Para dar continuidade a sua aventura, Edy precisou obter alguns documentos oficiais que comprovassem a saúde e a origem de seus quatro cavalos. Segundo ele, com a documentação que agora ele tem em mãos e com o resultado dos exames sanitários a continuidade da viagem está garantida. “Gostei muito de Corumbá, o pessoal daqui é muito hospitaleiro. Mas, não vejo a hora de continuar minha aventura. Estou muito feliz com a possibilidade de continuar, pois ficar muito tempo parado no mesmo lugar não é bom para os cavalos, que se acostumam com a rotina e a alimentação”, explicou o cavaleiro. Agora ele pretende prosseguir rumo à América do Norte, passando pela Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Honduras, Nicarágua, El Salvador, Guatemala, México, Estados Unidos e, finalmente, Canadá.Edy ressalta que o apoio da Embrapa Pantanal coletando e viabilizando a realização dos exames sanitários foi fundamental para o início dessa segunda etapa da aventura.  “Com os documentos que atestam as boas condições de saúde dos cavalos e com os resultados dos exames, posso partir com a segurança de que aventura irá continuar e que o meu sonho de levar o nome do Brasil para o Guiness Book, poderá se concretizar”, ressaltou. Para o pesquisador da Embrapa Pantanal, Roberto Aguilar, contribuir com a cavaleiro brasileiro e auxiliá-lo na realização de seu sonho é muito gratificante. “Essa é uma oportunidade interessante para que a Embrapa colabore diretamente com um cidadão brasileiro na realização de seu objetivo. Acredito que indiretamente nossas pesquisas contribuam para isso, mas nesse caso, o resultado foi muito significativo”, completou o pesquisador.O cavaleiro começou sua viagem em novembro de 1999, quando partiu de Goiás. Durante esses anos de viagem, ele percorreu mais de 8 mil e 500 quilômetros sozinho, acompanhado apenas de seus cavalos. Nesse período, ele passou por Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina, retornando rumo a Corumbá. Edy pretende chegar no Canadá por volta do ano de 2005 ou 2006. “Quero levar o nome do Brasil para o Guiness Book, objetivando garantir lugar de destaque ao primeiro cavaleiro brasileiro a cavalgar por todas as Américas”, explicou Edy Brasil. Apaixonado por cavalos, Edy tem outra razão para a realização da aventura. “Pretendo ainda provar a resistência e a rusticidade das raças eqüinas brasileiras. Nessa aventura, estou viajando com quatro éguas das raças pampa, campeira das araucárias, manga larga mineira e uma pantaneira”, salienta o cavaleiro.O cavaleiro explica que essa viagem é a realização de um projeto de vida pessoal. “Esse é um sonho que tenho desde criança. Espero cumprir meu objetivo de chegar no Canadá, dentro do prazo estipulado, apesar dos desafios e barreiras burocráticas que tenho enfrentado”, enfatiza o Edy Brazil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JARDIM NOROESTE

Morre em hospital homem que foi esfaqueado no peito pela esposa

JUSTIÇA

Roberto Jefferson é condenado a indenizar Manuela D'Ávila em R$ 10 mil

Devendo para agiotas, gerente comercial está desaparecido há 24 horas
SUMIÇO

Devendo para agiotas, gerente comercial está desaparecido há 24 horas

RELATÓRIO

Brasil piora duas posições no ranking de corrupção e fica em 96º lugar

TRÊS LAGOAS

Com carro furtado, radialista derruba portão e invade pelotão da PM

PANDEMIA

Com aumento de casos, Mato Grosso do Sul abre leitos de UTI Covid

COSTA RICA

Horas antes de morrer, enfermeira comemorou 'retorno para casa'

BLOCO ECONÔMICO

OCDE formaliza convite para início da adesão do Brasil à organização

LAGUNA CARAPà

Mulher clica em e-mail, tem conta do pai hackeada e perde R$ 90 mil

MERCADO FINANCEIRO

Dólar cai para R$ 5,43, com fluxo estrangeiro para países emergentes

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA

Mulher sai para pedalar e é encontrada morta com sinais de estupro

DOURADOS

Durante confusão, jovem tenta dar facada na ex e acerta a mãe

VIOLÊNCIA

Por ciúmes, mulher destrói carro e agride ex em Dourados

DOURADOS

Acidente deixa policial em estado grave e motorista é preso por embriaguez