Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Casos de Dengue diminuem cerca de 95% em MS

03 setembro 2004 - 10h16

A Coordenadoria de Controle de Vetores (CCVS), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde de MS, têm por caráter institucional zelar, coordenar e executar as ações suplementares, quanto às situações epidemiológicas voltadas aos programas de combate à Dengue, Doença de Chagas, e Leishmaniose Visceral se fazem necessárias, participando do planejamento nas fases preparatória de recrutamento, seleção e treinamento de pessoal e a supervisão junto à estes programas.Hoje conta com infra-estrutura técnica-operacional prontas  para atender as situações emergenciais em todo o estado de MS. Na área de Borrifação, são 65 equipamentos acoplados em viaturas, 15 em motocicletas, sendo que estes são deslocados aos municípios de acordo com a demanda setorial, contando sempre com o apoio de mão-de-obra especializadas, bancada pelo governo do estado, ou em parcerias com os munícipes.Os 340 agentes borrifadores recentemente contratados para o combate à leishmaniose tem sido monitorados, orientados e treinados para a manutenção destas ações.Desde o início do ano de 2004, o CCVS, vem apoiando rotineiramente diversas pesquisas em todo o estado na área de Doenças de Chagas - combate ao mosquito "Barbeiro", preparando e treinando turmas de agentes comunitários de saúde (ACS), nas regiões de Paranaíba, Coxim, Rio Verde, Aparecida do Taboado, Porto Murtinho, Bela Vista, Nioaque, Corumbá, Bodoquena e Sidrolândia. De acordo com denúncias de incidência de alguns focos, estão sendo desenvolvidas ações preventivas de monitoramento nas cidades de Ponta Porá, Dourados, e iniciando neste mês de Setembro na cidade de Douradina, e Paranhos , já encerradas.Na área do Combate à Dengue, há uma parceria com os municípios para a manutenção e monitoramento de todo o programa, devido à redução dos casos. Para isso são feitos relatórios bimestrais das visitas domiciliares desenvolvidos pelos agentes de saúde locais, contando sempre com o apoio e acompanhamento dos técnicos da Coordenadoria.Um outro trabalho inédito está sendo desenvolvido na área de educação em saúde, voltada à orientação, treinamento e oficinas no controle de vetores, nos municípios de Campo Grande, Corumbá, Coxim, Ponta Porá, três Lagoas, Bonito e Dourados. Segundo o Coordenador Elias monteiro de Araújo," há grandes perspectivas de que as oficinas de trabalho nesta área irão beneficiar a manutenção dos baixos índices de incidência de casos nos municípios pólos, visto que o acompanhamento técnico é de vital importância para que a manutenção preventiva se acentuem à cada período. No caso da Dengue,de janeiro à julho deste ano por exemplo,temos 1480 casos notificados e 269 confirmados no estado, e 703 casos notificados e 21 confirmados somente no município de Campo Grande. Em relação ao anos anteriores (2002,2003), temos uma queda substancial de pelo menos 95% dos números",.afirma Monteiro.Para maiores informações , na Coordenadoria de Controle de Vetores, tel.(67)361-9801.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agehab realiza primeira entrega de agasalhos em Dourados 
SOLIDARIEDADE
Agehab realiza primeira entrega de agasalhos em Dourados 
SENADO
CPI ouve hoje Ernesto Araújo sobre críticas à China e cloroquina
Traficantes atacam policiais a tiros e acabam presos com 1,5 t de maconha
FRONTEIRA
Traficantes atacam policiais a tiros e acabam presos com 1,5 t de maconha
TEMPO
Terça-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II