Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Caso Guarujá: juiz manda prender PM e servidor público

10 setembro 2004 - 19h17

A Justiça de São Paulo determinou a prisão temporária de mais duas pessoas, de Campo Grande, suspeitas de envolvimento na morte do empresário no Guarujá (SP), Antônio Ribeiro Filho, de 63 anos, no dia 5 de agosto na cidade do litoral paulista. A PM/2 (Serviço Reservado da Polícia Militar) efetuou a prisão do cabo/PM Nelson Barbosa de Oliveira na noite de quinta-feira em Ponta Porã, onde atuava no policiamento de trânsito, e a corregedoria da Polícia Civil teria detido o servidor da Secretaria de Receita e Controle conhecido pelo nome de “Betão”. Segundo dados da PM/ 2, o mandado de prisão temporária foi expedido pelo juiz Cláudio Emanuel Graciotto do 1º Tribunal do Júri de São Paulo a pedido do delegado do 1ºDP (Distrito Policial), Flávio Afonso da Costa. Por ora, as informações dão conta que o PM ficar 30 dias

Deixe seu Comentário

Leia Também

Desenhista de MS "consagrado" por Silvio Santos terá novo encontro com apresentador
ARTISTA
Desenhista de MS "consagrado" por Silvio Santos terá novo encontro com apresentador
TRÊS LAGOAS
Homem é preso por furtar televisão e notebook de clínica odontológica
Audiência pública vai debater hoje o piso salarial de enfermeiros
POLÍTICA
Audiência pública vai debater hoje o piso salarial de enfermeiros
AJUDA
Caixa libera saques do auxílio para novo grupo; veja quem recebe
UFGD
Pesquisador descobre novas espécies de peixes na bacia do Taquari
SENADO
CPI ouve hoje Wajngarten sobre 'incompetência' do Ministério da Saúde
SOLIDARIEDADE
Doações para campanha 'Aqueça Uma Vida' podem ser feitas até dia 18
COXIM
Corpo encontrado em lagoa fica sobre "reboque" até chegada da polícia
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
RECURSO PRIVILEGIADO
Ação contra exclusão de multas no Detran prende um com CNHs falsas

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados