Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Casal Garotinho abandona campanha de Conde no Rio

19 setembro 2004 - 15h21

O candidato do PMDB à Prefeitura do Rio, Luiz Paulo Conde, deixou de ser a prioridade do casal Garotinho na eleição. Mal colocado nas pesquisas, em atrito com a governadora Rosinha Matheus e o marido, Anthony Garotinho, Conde não terá mais os recursos e o apoio que esperava ter a duas semanas do 3 de outubro. Garotinho e Rosinha decidiram priorizar a campanha na Baixada Fluminense (região metropolitana do Estado) e em Campos (norte fluminense), sua cidade natal. A opção da governadora e de seu marido tem um significado real: Conde está sendo abandonado por eles e pelo partido. O abandono consolidou-se com a divulgação, na semana passada, da última pesquisa do Ibope. Ela indica que, se a eleição fosse agora, o prefeito Cesar Maia (PFL) estaria reeleito no primeiro turno com 48% das intenções de voto. Ex-governador, prefeito de Campos duas vezes e presidente regional do PMDB, Garotinho concluiu ser praticamente irreversível a situação de Conde indicada pela pesquisa -11% das intenções, empatado tecnicamente com Marcelo Crivella, do PL, com 14%, em razão da margem de erro de 3,1 pontos percentuais. Em conseqüência da avaliação, decidiu investir recursos e tempo em municípios onde o partido tem chance de ir ao segundo turno, principalmente Nova Iguaçu, Duque de Caxias, São João de Meriti (todos na Baixada) e Campos. O primeiro exemplo do que espera Conde até a eleição aconteceu anteontem. Ele aguardou Rosinha durante 90 minutos diante do restaurante popular da Central do Brasil (centro). A governadora gravaria uma participação no programa eleitoral do candidato. Os desentendimentos entre Conde e os Garotinho vêm de antes da campanha. Conde queria o deputado federal Júlio Lopes (PP) como vice. Garotinho impôs o pastor Manuel Ferreira na chapa e articulou uma aliança que traria Leonel Brizola (PDT) como candidato com o apoio do PMDB. Brizola morreu, a aliança foi esquecida, e Conde voltou a ser o candidato de Garotinho.Na campanha, Garotinho só esteve em 1 dos 11 programas eleitorais de Conde na TV. Rosinha, em sete. Não há no Rio outdoors de Conde com os Garotinho. Em Campos, Duque de Caxias e Nova Iguaçu, os candidatos locais estão ao lado do casal nos outdoors espalhados pelos bairros. Não houve, também, aporte de recursos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS