Menu
Busca segunda, 08 de março de 2021
(67) 99257-3397

Cartórios abrem sábado para fazer registros de graça

21 outubro 2003 - 09h11

Os cartórios de registro civil estarão abertos no sábado para atender pessoas que não possuem registro civil e sua respectiva certidão de nascimento. A campanha, denominada Dia Nacional de Mobilização para o Registro Civil de Nascimento, tem como objetivo garantir o primeiro documento básico de cidadania a todos os brasileiros em situação de exclusão total. Para tanto a Corregedoria-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul determinou que todos os Cartórios de Serviços Notariais e de Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado participem da campanha.As estatísticas de sub-registro de nascimento, com base no Censo 2000, indicam que estimadamente 830 mil crianças/ano estão deixando de ser registradas no país, perfazendo, no cenário da exclusão dos direitos de cidadania, um contingente expressivo de brasileiros. Baseado nesses números, o Governo Federal, em parceria com organismos internacionais e entidades representativas da sociedade civil, está conclamando os Estados para se unirem num esforço imediato para o registro civil de nascimento.A meta da mobilização, segundo a Assessora da Secretaria Especial dos Direitos Humanos do Brasil, Leilá Leonardos, é estudar mecanismo que visam zerar a deficiência de sub-registros num período de quatro anos. Este dia 25 será o ponto de desencadeamento do movimento no Brasil, e, de maneira gradativa, o país discutirá propostas e dificuldades para uma uniformização que garanta o direito do cidadão, tanto ao registro, como a sua gratuidade. “A dimensão geográfica do Brasil produz realidades diferentes que merecem ser amplamente discutidas e avaliadas. Não há pressa na ação, existem metas a curto, médio e longo prazos”, frisa Leilá Leonardos. As ações serão permanentes e terão calendário definido até 2007.Na opinião do Tabelião Mucio Eduardo dos Santos Pereira, do 9º Serviço Notarial e de Registro Civil das Pessoas Naturais da 2ª Circunscrição, o Capital avançou muito no campo dos registros. “Aqui são oferecidos serviços de registros de nascimento nas maternidades há quase um ano. O trabalho é informatizado e tem conseguido resultados excelentes”, garante o Tabelião, e adverte que a situação dos não registrados está vinculada a complicadores complexos, como a falta de comparecimento do pai ou da mãe, ou ainda pela inexistência da documentação obrigatória.Os cartórios de registro de pessoas naturais de Mato Grosso do Sul estarão abertos, no sábado, em horário normal, das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas. Para obter a certidão, os pais devem comparecer munidos das identidades ou da certidão de casamento, com a declaração da maternidade de nascido vivo. Caso não haja a declaração, é necessária a presença de duas testemunhas que viram a criança nascer. O Tabelião Mucio reforça que o cartório fará o possível para resolver o problema de quem comparecer ao Cartório.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia fecha entreposto de drogas e apreende de 4 toneladas de maconha
PONTA PORÃ
Polícia fecha entreposto de drogas e apreende de 4 toneladas de maconha
REGIÃO
UEMS divulga lista de inscritos no processo seletivo permanente
Após tentativa de suicídio, PRF apresenta quadro de saúde estável
POLÍCIA
Após tentativa de suicídio, PRF apresenta quadro de saúde estável
BENEFÍCIO
Novo auxílio emergencial ficará entre R$ 175 e R$ 375, diz Paulo Guedes
Com queda nos preços da batata e do tomate, valor da cesta básica tem recuo em fevereiro
DOURADOS
Com queda nos preços da batata e do tomate, valor da cesta básica tem recuo em fevereiro
CAPITAL
Acusado de matar gêmeos com 13 tiros em quitinete é reconhecido e preso
DOURADOS
Adjunto é nomeado superintendente da Fundação de Administração Hospitalar
EDUCAÇÃO
Pré-selecionados do Prouni têm até sexta para comprovar informações
ECONOMIA
Dólar fecha cotado a R$ 5,77, após anulação de condenações de Lula
MATO GROSSO DO SUL
Em reunião com prefeitos, SES apresenta quadro assustador sobre a pandemia

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU