Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397

Cartola confessa decepção com Paulista 2004

11 abril 2004 - 09h50

O presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo Del Nero, confessou ter se decepcionado com o Campeonato Paulista 2004, o primeiro estadual organizado por sua gestão. O cartola assumiu o comando da entidade em agosto do ano passado, como sucessor de Eduardo José Farah (desde 1988 no poder).A pequena presença de público, mais a prematura eliminação dos grandes clubes, além da própria fórmula da competição, são os principais pontos de descontentamento do cartola.Neste domingo, a partir das 16h, São Caetano e Paulista iniciam a segunda decisão 0% paulistana da história. Em 1990, Bragantino e Novorizontino fizeram a primeira."Foi muito aquém do que gostaríamos", afirma Del Nero. O dirigente se justifica: diz que não havia datas para realizar um campeonato mais longo, o que, para ele, seria suficiente para melhorar o fraco nível técnico do torneio."Uma primeira fase com os clubes jogando apenas nove ou dez partidas não é um campeonato atraente. Mas isso é culpa do calendário apertado e o campeonato só poderia ser assim", lamenta.A média de público do estadual é de 4.038 torcedores por jogo. É o pior número dos últimos seis anos (sem contar 2002, que teve média de 1.078 e nenhum grande clube participando). Em 2000, por exemplo, a média foi de 24.701, superior ao ano anterior (19.501). Mas desde então a média tem caído, casos de 2001 (13.644) e 2003 (6.988).Apesar da decepção, o cartola vê um lado positivo na pífia bilheteria. "Evidentemente que foi decepcionante, mas ao mesmo tempo queremos mudar a cara do torcedor. Queremos fazer do futebol um entretenimento e não um espaço de guerra", discursa.Outra desculpa para a discreta afluência de público é climática. "Foi uma temporada de chuvas implacáveis", comenta o dirigente. O Paulista teve no seu início o ingresso mais barato fixado no preço de R$ 20, valor fora do padrão econômico nacional e especialmente do torcedor de futebol. Depois de casos de torcedores que ganharam na Justiça o direito de pagar R$ 10 pelos bilhetes, a FPF recuou e baixou para todos o preço das entradas populares.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
SAÚDE
Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
BRASIL
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
INTERNACIONAL
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
DOURADOS
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
AQUIDAUANA
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
PANDEMIA
Prorrogada situação de calamidade pública em dois municípios
ABERTO DE TÊNIS
Djokovic confirma retorno ao circuito no Aberto de Miami
MATO GROSSO DO SUL
Executivo envia projeto para criar fundação de apoio à pesquisa e à Educação
VÔLEI
CBV divulga calendário das quartas de final da Superliga Feminina
POLÍCIA
Caminhão com pneus do Paraguai foi apreendido pelo DOF durante a Operação Hórus

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF