Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Capital tem dobro de presos por habitante que resto do País

19 agosto 2004 - 22h18

Enquanto a taxa média de encarceramento no Brasil é de 164 presos para cada 100 mil habitantes, Campo Grande tem 339 detentos para cada 100 mil pessoas, o que corresponde a mais que o dobro (106,7%) do índice nacional. Embora o número reflita um ganho de eficiência do sistema prisional, o efetivo para atender a demanda é insuficiente para o poder público, além de existir o problema da falta de vagas nos presídios. O número de vagas oferecidas pelo sistema penitenciário sul-mato-grossense não conseguiu acompanhar o aumento do número de detentos. Somente em Campo Grande são 2.377 presos dividindo 1.056 vagas, o que corresponde a 2,25 presos para cada vaga oferecida pelos presídios da Capital, segundo dados da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) atualizados em agosto. No restante do Estado, o índice prisional é menor, já que Mato Grosso do Sul tem hoje 217 presos para cada 100 mil habitantes, porém, o índice ainda é 32,3% superior a taxa carcerária nacional, anunciada pelo Ministério da Justiça. Levando em conta os 25 presídios, distribuídos pelos 77 municípios sul-mato-grossenses, são 6.069 presos dividindo 2.666 vagas, mesma média da Capital (2,25 presos por vaga). Para o Mato Grosso do Sul, o governo estadual promete mil novas vagas até o fim do ano, com a conclusão de três novos presídios em Naviraí, Três Lagoas e Dois Irmãos do Buriti. O diretor de assistência penitenciária de Mato Grosso do Sul, Rafael Garcia Ribeiro, aponta “que o problema é que os investimentos em infra-estrutura para o sistema penitenciário ficaram parados por muito tempo”. lém da insuficiência também no número de juízes e promotores, que culmina no aumento da morosidade da Justiça no Estado, uma das mais lentas do país, ainda faltam agentes penitenciários e procuradores jurídicos no sistema prisional. Porém o diretor da Agencia, Luiz Carlos Telles Júnior, adianta que 400 acadêmicos começam a ser treinados na próxima segunda-feira, e um concurso deve ser aplicado até novembro para sanar o déficit nas áreas de custódia e operacional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BENEFÍCIO
Prazo para pedir revisão da pontuação do Bolsa Atleta termina amanhã
Homem é preso com veículo roubado e família mantida refém libertada
CAMPO GRANDE
Homem é preso com veículo roubado e família mantida refém libertada
Ladrão leva até talheres de vítima que esperava ônibus para ir ao trabalho
DOURADOS
Ladrão leva até talheres de vítima que esperava ônibus para ir ao trabalho
FUTEBOL
Quatro brasileiros entram em campo hoje pela Libertadores da América
Previsão de frio intenso muda e agora aponta clima ameno
DOURADOS
Previsão de frio intenso muda e agora aponta clima ameno
INFORME PUBLICITÁRIO
Venha ser um revendedor Mahogany e ter lucro garantido!
DOURADOS
Termo de cooperação define valores para Estado custear leitos de UTI Covid-19
DOURADOS
"Homem Aranha" douradense é detido após furtar celular em residencial
CAMPO GRANDE
Casal e crianças são mantidos sob mira de revólver durante roubo
LEGISLATIVO DE MS
Prevista a votação de cinco matérias na Ordem do Dia desta terça

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II