Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
TELEVISÃO

"Cansei de escutar que parecia mais gordinha no vídeo", diz Letícia Colin

15 junho 2015 - 11h20

O espelho nunca foi um inimigo para Letícia Colin. Muito menos a balança, mas perder cinco quilos por conta da anorexia que sua personagem iria passar em "Sete Vidas" até que não seria tão mal assim, e a atriz precisou encarar uma dieta, coisa que sempre odiou. "Era muito comilona e para manter o peso eu preferia malhar bastante do que abrir mão de comer. Por causa do drama da Elisa, cortei glúten, lactose, açúcar e frituras e ganhei o corpo mais seco de uns três meses pra cá. Eu era feliz com os meus 59 quilos, mas estou amando os 54 quilos", entregou Letícia.

Vestindo pela primeira vez na vida o manequim 36 –antes ela usava 38-- Letícia não negou que a televisão é ingrata e que cobra um corpo mais esbelto dos atores. "Cansei de escutar que parecia mais gordinha no vídeo, e o pior é que eu também achava isso. Essa não era só uma reclamação minha ou de dois amigos artistas. Todo mundo reclamava. Particularmente, nunca sofri pressão, cobrança ou patrulhamento para ficar magra, mas a Elisa veio para mudar radicalmente a minha vida", contou a atriz em entrevista ao UOL.

Letícia optou por emagrecer com saúde. Procurou um endocrinologista para acompanhá-la no processo de reeducação alimentar, contratou uma personal com quem se exercita de três a quatro vezes por semana e definitivamente assumiu o forno e fogão de casa. "Estou no meu momento Bela Gil [chef de cozinha natural e apresentadora de um programa de televisão]. Pego as receitas e faço as comidas mais saudáveis possíveis. Troquei muitos produtos industrializados pelos mais naturais, e isso tem me ajudado bastante a me manter em forma", explicou.

Enquanto Letícia pensar em manter a forma na vida real, sua personagem tem ideia fixa por emagrecer, emagrecer e emagrecer. "Ela está cada vez mais fraca. Não come e ainda toma remédios para inibir a fome. A gente sabe que existe a anorexia, que é uma doença silenciosa. Geralmente, quem tem não assume, não acha que está doente e nem magra demais. Pessoalmente não conheço ninguém que tenha sofrido esse distúrbio alimentar" , disse a atriz, que viu muitos filmes, matérias na internet e documentários para lidar com drama de sua personagem.

"Sete Vidas" termina em julho, mas Colin ainda não sabe qual será o desfecho de Elisa. "Estamos com pouca frente nas gravações das cenas, mas acho que a Elisa vai repensar sobre a carreira. Ela, no fundo, sabe que não está fazendo uma coisa muito saudável, mas ela precisa pagar as contas da casa. Eu torço por ela", declarou a atriz que voltou para Globo no ano passado, quando interpretou a Vitória em "Além do Horizonte", depois de ficar nove anos na Record. "Fui feliz na outra emissora, sim, e quando voltei foi muito bem recebida por todos".

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Com novo feriado chegando, Saúde alerta para situação da Covid em MS
BRASIL
Financiamento Estudantil abrirá inscrições para 50 mil vagas remanescentes
DOURADOS
Convênio prevê 60 parcelas de R$ 215 mil para Missão Caiuá
CORUMBÁ
Mulher é autuada por atear fogo em resíduos na região do Pantanal
MATO GROSSO DO SUL
Neno Razuk distribui R$ 1,2 mi em emendas e realiza ações contra a Covid-19 durante a pandemia
FUTEBOL
Com vitórias simples nesta terça, Grêmio e Inter irão às oitavas da Libertadores
É LEI EM MS
Trote vai render multa de R$ 400 em MS
DOURADOS
Prefeitura aciona a Justiça para fazer licitação de R$ 23 milhões barrada pelo TCE
PANDEMIA
MS se aproxima de 69 mil casos de coronavírus e soma 1.293 óbitos
CPF NA NOTA
Sul-mato-grossense tem nova chance com 8º sorteio do Nota MS Premiada

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte