Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Campinas terá a primeira Escola Jovem LGBT do país

23 dezembro 2009 - 14h53

A cidade de Campinas, no interior de São Paulo, vai ganhar um espaço para adolescentes dedicado à cultura gay, a Escola Jovem LGBT. É a primeira do tipo no país. Em novembro, o governo do Estado de São Paulo e o MinC (Ministério da Cultura) assinaram contrato de três anos com o Grupo E-Jovem de Adolescentes Gays, Lésbicas e Aliados para criar o espaço, que será um Ponto de Cultura e irá oferecer atividades gratuitas.

A escola deve começar a funcionar em março de 2010. Serão oferecidas oficinas de expressão artística, gráfica e cênica, como de produção de fanzines, revistas, programas de TV, peças de teatro, filmes, espetáculos de dança, música e até de drag queen. Todas as ações vão girar em torno do universo homossexual.

Deco Ribeiro, o futuro diretor da escola, conta que o objetivo é valorizar e difundir a cultura LGBT (sigla para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) como forma de combater a homofobia:

- A cultura LGBT tem ficado invisível na sociedade e queremos inverter esse quadro.

O presidente do Grupo E-Jovem, Chesller Moreira (também conhecido como Lohren Beauty), diz que algumas das atividades, por exemplo, vão trabalhar com ícones gays da história.

- É importante conhecer pessoas que fizeram a diferença, para aprender o respeito. Ninguém é obrigado a conviver com elas. Mas todo mundo é obrigado a respeitá-las.

Turmas

Inicialmente, serão contratados cerca de dez professores. As três primeiras turmas deverão ter 20 alunos. Vão poder participar jovens de 12 a 20 anos, independentemente da opção sexual, de acordo com Deco.

- É fundamental que heterossexuais também participem, porque queremos criar um espaço de convivência diverso. Só assim vamos diminuir o preconceito.

Alguns adolescentes, vindos de outras cidades da região, vão poder concorrer a bolsas para transporte.

A escola ainda não tem espaço físico e o Grupo E-Jovem negocia um local com a Secretaria Municipal de Cultura de Campinas.

Os interessados em receber informações sobre a Escola Jovem LGBT devem escrever para escola@e-jovem.com.

Pontos de Cultura

Os Pontos de Cultura são iniciativas que envolvem a comunidade em atividades ligadas à arte, educação, cidadania e economia solidária. Atualmente, existem 1.500 pontos no país.

No dia 16 de novembro, a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e o MinC anunciaram parecerias com 300 instituições culturais selecionadas pelo edital Pontos de Cultura. Ao todo, serão destinados R$ 54 milhões às entidades, ao longo dos próximos três anos, sendo R$ 36 milhões do MinC e R$ 18 milhões da secretaria.

O concurso foi aberto em 24 de junho deste ano. Até 24 de agosto, a secretaria recebeu 1.188 inscrições, vindas de 249 cidades paulistas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EM 24H
De terça para quarta, Dourados internou um paciente por coronavírus a cada 4h40
CONTRABANDO
Mais de 700 celulares que seriam levados ao MT são apreendidos
DOURADOS
Porta-voz da prefeita diz que decretos têm base técnica após crítica do empresariado
DOURADOS
Em nova ação, BPW entrega aventais e máscaras para trabalhadores da saúde
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
ECONOMIA
Agronegócio sul-mato-grossense vendeu 87% da soja e 37% do milho
TRÁFICO
Polícia apreende mais de meia tonelada de maconha durante barreira sanitária
PANDEMIA
Com crescimento no número de casos de coronavírus, Dourados inicia barreira sanitária
TACURU
Homens são abordados transportando drogas em ônibus na MS-295
DOURADOS
Prefeitura homologa mais R$ 78 mil em dispensas de licitação para compra de EPI’s

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher