Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Campanha contra usinas de álcool será lançada amanhã

02 setembro 2005 - 07h44

A campanha "Não às Usinas de Álcool no Pantanal" será lançada neste sábado. A ação tem como objetivo informar a população de Mato Grosso do Sul sobre o projeto que pede a mudança da Lei Estadual que proíbe a implantação de usinas de álcool no Pantanal, além de recolher adesões para o abaixo assinado que já está com mais de três mil assinaturas. O evento vai acontecer na rua Barão do Rio Branco, no centro de Campo Grande. A campanha "Não às Usinas de Álcool no Pantanal" que começou virtualmente no dia 22 de agosto, está ganhando as ruas de Mato Grosso do Sul e do Brasil. No dia 27 a campanha foi lançada em São Paulo (durante a Adventure Sports Fair), com a promoção da Fundação SOS Mata Atlântica, Ecologia e Ação (Ecoa), Fórum de Defesa do Pantanal e Rede Pantanal e a cada dia mais organizações e redes estão apoiando a campanha.O abaixo assinado será entregue ao deputado Londres Machado, presidente da Assembléia Legislativa de MS, no dia 21 de setembro, quando também será entregue o troféu Moto-Serra. A partir de amanhã o nome dos candidatos estarão no site da Ecoa (www.ecoa.org.br) para os internautas decidirem quem é o merecedor do Troféu Moto-Serra de Mato Grosso do Sul, o inimigo número 1 do Pantanal.A campanha está sendo realizada com a finalidade de mostrar para os deputados estaduais de MS que o projeto que será enviando à Assembléia legislativa nesta semana pelo secretário de Produção e Turismo, Dagoberto Nogueira, está baseado no "achismo". "Ainda não foram apresentados estudos específicos que comprovem que as usinas podem ser instaladas na Bacia do Alto Paraguai (BAP) sem trazer riscos e prejuízos para o Pantanal", diz Alessandro Menezes, presidente da Ecoa.O Fórum de Defesa do Pantanal, as Redes Pantanal e Cerrado pedem que os deputados só pensem na possibilidade de alterar a Lei Estadual 328, de 1982 após a realização do zoneamento ecológico econômico da região, porque assim todos terão garantias de que o maior patrimônio natural do Estado será conservado e garantir que o maior reservatório de água doce do mundo não seja contaminado. Pois na região definida para a instalação das usinas há afloramentos do Aqüífero Guarani. Além do Pantanal Sul-Mato-Grossense estariam ameaçadas regiões pantaneiras na Bolívia e no Paraguai. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
Homem é preso após arrombar porta de restaurante na Weimar Torres e furtar objetos
DOURADOS
Homem é preso após arrombar porta de restaurante na Weimar Torres e furtar objetos
PMA captura tamanduá, jacaré e serpente durante o final de semana 
AQUIDAUANA
PMA captura tamanduá, jacaré e serpente durante o final de semana 
Andarilho morre após ser atropelado por homem embriagado na BR-163
DOURADOS
Andarilho morre após ser atropelado por homem embriagado na BR-163
Covid-19: vacinados devem observar intervalo entre imunizantes
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: vacinados devem observar intervalo entre imunizantes
DOURADOS
Homem foi baleado com cinco tiros no Parque do Lago II
GRANDE DOURADOS
Estado oficializa aditivo para HR de Cirurgias atender casos de Covid nas enfermarias
CLIMA
Dourados pode ter chuva expressiva nesta semana, após quase um mês
MUDANÇAS
Alterações no Código Brasileiro de Trânsito começam a valer
TELEVISÃO
Arthur, Fiuk e Thaís formam o décimo primeiro Paredão do BBB21

Mais Lidas

HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã
DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
PANDEMIA
Covid mata 11 pessoas em Dourados em dia de 149 novos casos