Menu
Busca sexta, 03 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
21°min
Campo Grande
32°max
20°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Câmara recebe comissão de produtores Indígenas

18 outubro 2003 - 10h16

Uma comissão formada por seis representantes das etnias terena, guarani e caiuá, da Reserva Indígena de Dourados, esteve na sexta-feira à tarde na Câmara Municipal, onde foi recebida pelo presidente José Carlos Cimatti (PFL) e por outros vereadores. Eles foram buscar apoio à luta pela liberação do plantio de soja na reserva pelo menos para a safra deste ano. O plantio de soja pelos indígenas também foi proibido pelo Ministério Público Federal (MPF), sob o argumento de que os agrotóxicos poderiam contaminar os índios e o meio ambiente.Os membros da comissão informaram aos vereadores que no próximo domingo uma caravana de 45 lideranças indígenas, entre caciques, pagés e outras, irá até Brasília para, na quarta-feira, tratar do assunto em audiência com o presidente da Funai, Mércio Pereira Gomes. Segundo Wilson Mattos, um dos representantes dos índios, a proibição do arrendamento das terras e do plantio de soja aconteceu depois que muitos já tinham feito compromisso com a produção, colocando-os em situação ""sem escapatória"". ""Temos as dívidas com sementes e insumos e com o aluguel de máquinas, mas não podemos plantar para pagar"", disse ele. O vereador José Carlos Cimatti( PFL) disse que no caso específico do plantio de soja na reserva deve haver uma ""flexibilização"" da decisão de proibir. ""Entendemos a necessidade de se cumprir a legislação, mas não podemos apenas proibir sem apresentar alternativas"", ponderou o presidente da Câmara, afirmando defender a liberação provisória do plantio. Cimatti determinou à Secretaria da Câmara que elaborasse um ofício de apoio, que será entregue ao presidente da Funai pelos representantes dos índios, durante a audiência em Brasília. No ofício, a Câmara sugere, dentre outros itens, a formação de parcerias entre orgãos oficiais como a Embrapa e as Universidades, visando ensinar e orientar os índios sobre temas como técnicas de manejo da agricultura que não exijam uso de agrotóxicos, sistema de curvas de níveis, distanciamento mínimo entre lavoura e residências e plantio de matas verdes ao redor das moradias. Estiveram presentes, além de  Cimatti, os vereadores Sidlei Alves(PFL), Eduardo Marcondes (PMDB) e Bela Barros, além dos assessores dos vereadores Margarida Gaigher (PT) e Nelso Gabiatti(PMDB).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Sexta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
NOVA ALVORADA DO SUL
Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
BUSCAS POR BIMOTOR
Marinha localiza objeto de tripulante do avião desaparecido em Ubatuba
CAPITAL
Após bebedeira, homem é encontrado morto no quintal de residência
BRASIL
Promulgação da PEC dos Precatórios deverá ser fatiada, diz Arthur Lira
MARACAJU
Motociclista quase tem pé decepado após colisão contra veículo
SELEÇÃO
Publicada convocação de candidato em processo seletivo da Sedhast
Casal é denunciado suspeito de maltratar e manter filha em cárcere privado
UEMS
Inscrições para submissão em seleção de bolsa de extensão são prorrogadas 
JARDIM
Traficante foge e abandona veículo abarrotado de maconha na BR-060

Mais Lidas

DOURADOS
Presos em entreposto no Parque Alvorada usavam loja de celular como fachada para tráfico
CRIME
Operação contra o tráfico em Dourados levou 23 para delegacia e fechou "shopping" da droga
ECONOMIA
Governo acaba com tarifa mínima e reduz cobrança de água para consumidores da Sanesul
ENTREPOSTO
Cocaína apreendida no Parque Alvorada é avaliada em R$ 1 milhão