Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Câmara erra e quase vota salário mínimo de R$ 536

22 junho 2005 - 18h58

As lideranças dos deputados na Câmara Federal estão revogando, agora, em decisão de liderança, a proposta aprovada há pouco que dava validade a todas as emendas incluídas na MP 248/05, que fixa o novo valor do salário mínimo retroativo a abril deste ano, com vencimento a partir de 1º de maio. Entre elas, havia o teto máximo de R$ 536 e o mínimo de R$ 300, a proposta já encaminhada pelo presidente Lula para vigir a partir deste ano. Os deputados rejeitaram, há instantes, o projeto de lei que previa a conversão da MP, com 230 votos “não” e 172 “sim”. “Dessa forma, estaríamos criando uma situação duvidosa, instituindo vários patamares para o salário mínimo e o País não iria agüentar”, admitiram os líderes, inclusive da bancada de oposição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Ladrões fingem fazer revisão em cerca elétrica e assaltam casal de idosos
BRASIL
Senado aprova prorrogação da situação de emergência de saúde no país
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
GLÓRIA DE DOURADOS
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
TRÂNSITO
Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Celular "bombando" entrega traficante, que é preso com cocaína
VACINA
Ministério da Saúde divulga lista, por estado, de quem não tomou segunda dose
MEIO AMBIENTE
Dono de chácara é multado em R$ 5 mil por construir tanques de piscicultura
COXIM
MP denuncia ex-prefeito, ex-secretários e empresários por associação criminosa
CAPITAL
Após espancar, homem ameaça colocar fogo em casa com a ex dentro
BRASIL
Câmara aprova projeto que prorroga entrega do IR até 31 de julho

Mais Lidas

ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem foi baleado com cinco tiros no Parque do Lago II
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio na região do Parque do Lago II