Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Caixa volta a financiar construtoras com recursos do FGTS

17 agosto 2004 - 10h20

Depois de quase dez anos, a Caixa Econômica Federal (CEF) vai voltar a financiar empreendimentos de habitação com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O presidente da Caixa, Jorge Mattoso, informou ontem, durante encontro com empresários do setor na sede do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon Rio), que a nova linha, batizada de Apoio à Produção, deverá ser lançada oficialmente em cerca de duas semanas. "Essa é uma reivindicação histórica do setor", lembrou Mattoso. Os recursos aprovados para serem utilizados ainda este ano são de R$ 360 milhões, que estarão disponíveis para o financiamento de projetos que ofereçam unidades com preço de venda de até R$ 80 mil, como prevê a regra do uso do FGTS. Os juros cobrados pela Caixa para as construtoras serão de 10,16% ao ano mais a variação da Taxa Referencial de Juros (TR), durante os 24 primeiros meses (fase de construção). Na chamada fase de retorno (mais 36 meses, no máximo), o juro cobrado é de 12% mais TR. O programa já vinha sendo objeto de conversas da Caixa com o Sinduscon, mas inicialmente a proposta do banco era a de exigir uma venda prévia de 30% das unidades previstas. Ontem, no entanto, Mattoso trouxe a notícia de que a Caixa vai permitir que o empresário consiga financiamento sem ter de iniciar antes as obras ou fazer uma pré-venda dos imóveis, ainda na planta. De acordo com o vice-presidente de desenvolvimento urbano da Caixa, Aser Cortines, há regiões onde a venda de imóveis na planta praticamente não existe para essa faixa de renda, principalmente porque há a dificuldade de pagar o aluguel e a prestação ao mesmo tempo. De acordo com Márcio Torres, vice-presidente de Risco da Caixa, o programa vai permitir que a demanda completa pelas unidades seja apresentada depois da conclusão da obra. "Com isso, não há incerteza de entrar num empreendimento sem saber se vai vender ou que terá de paralisar a obra", disse Torres. A estimativa do Sinduscon é que com os recursos já previstos para este ano possam ser construídas 7,2 mil novas unidades que beneficiarão famílias com renda de até R$ 4,5 mil. O objetivo do setor é conseguir um aumento significativo deste montante no ano que vem, para chegar a cerca 100 mil novas unidades. "No ano que vem, o orçamento do FGTS será recorde", lembrou Roberto Kauffmann, presidente do Sinduscon. "Nossa intenção é pleitear R$ 5 bilhões para o programa de apoio à produção", afirmou ele. De acordo com o vice-presidente de desenvolvimento urbano, a intenção é a de que, no próximo ano, a Caixa reative também a linha de crédito com recursos da Caderneta de Poupança, destinada à classe média e que hoje já está "superaplicada", ou seja, precisa de novos recursos para poder emprestar mais. "A Caixa vem registrando uma captação crescente da poupança e temos intenção de retomar esses empréstimos, quem sabe em 2005", estimou Cortines. Na sua avaliação o novo programa da Caixa deverá aumentar a oferta para o segmento ao qual se destinam as linhas de financiamento com FGTS, além de estimular o aquecimento do setor de construção civil.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Terremoto de 4.3 na Escala Richter é registrado no Pará
Primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS
DOCUMENTAÇÃO
Primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS
Seriema é resgatada com a perna quebrada e levada para tratamento
MEIO AMBIENTE
Seriema é resgatada com a perna quebrada e levada para tratamento
DOURADOS
Após estacionar, mulher tem moto furtada enquanto trabalhava
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
IMUNIZAÇÃO
Com baixa procura, saúde amplia público alvo para Dose 2 de Coronavac em Dourados
FUTEBOL
Final do Cariocão 2021 começa neste sábado com o clássico Fla x Flu
DOURADOS
TV furtada de comércio é recuperada e mulher presa por receptação
LEGISLATIVO DE MS
Deputado quer posto de saúde para atender cinco bairros em Dourados
LEVOU OUTROS PERTENCES DO 'BAÚ'
Jovem tem moto furtada no centro de Dourados

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor